MUNICÍPIOS BAIANOS RECEBEM AÇÃO DE MODERNIZAÇÃO DO MAIS CULTURA






As bibliotecas públicas dos municípios de Irará, São Gonçalo dos Campos e Santo Estevão receberão visitas de assistência técnica entre os dias 06 e 18 de maio, para modernização de instalações e capacitação dos servidores. 

O município de Irará foi escolhido como sede para a capacitação, que será ministrada pela equipe da Gerência de Bibliotecas Públicas, da Fundação Pedro Calmon/SecultBA, a bibliotecária Aline Pinheiro e os servidores Laura Carmo e Humberto Andrade. Os municípios de Água Fria, Aramari, Coração de Maria, Lamarão, Ouriçangas, Pedrão, Santa Bárbara, Santanópolis, Saubara e Tanquinho foram convidados para integrar o grupo de cidades a serem capacitadas, o que se traduz em uma média de 30 auxiliares e gestores de bibliotecas públicas municipais devidamente treinados para atuarem com o atendimento ao usuário/leitor.

A ação é realizada pela Fundação Pedro Calmon/SecultBA, em parceria com o Ministério da Cultura/ MinC, através da Fundação Biblioteca Nacional (FBN), que doou a 100 municípios baianos Kits contendo mobiliário e acervo. A visita tem como finalidade a capacitação dos auxiliares das bibliotecas públicas, reorganização de layout, organização técnica do acervo e informatização dos serviços bibliotecários. Os espaços de leitura serão adequados para melhor funcionamento, tornando possível o acesso mais rápido e eficiente aos livros, bem como, ficarão mais agradáveis para a leitura, estudos e atividades culturais diversas.

“As visitas são desdobramentos do Programa Mais Cultura, que tem como finalidade contribuir decisivamente no incentivo à leitura e na distribuição de livros em localidades onde antes não era possível programar uma ação deste porte”, explica Marcos Viana, gerente do sistema de Bibliotecas Públicas da Fundação Pedro Calmon. O gerente acrescente que, durante a viagem, serão realizadas visitas técnicas às bibliotecas da região, com a finalidade de gerar um diagnóstico estrutural, técnico e funcional das unidades para posteriormente promover a informatização das bibliotecas e as adequações necessárias.

Ainda segundo Marcos Viana, o processo de modernização das unidades será realizado de acordo com a infra-estrutura física e tecnológica necessária para funcionamento do sistema. O objetivo é utilizar o programa de gerenciamento de acervo Biblivre, software livre recomendado pelo Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas para as bibliotecas municipais, tendo como contrapartida do município a estrutura necessária como computadores, impressoras, webcams, leitor de código de barras e rede interna e de acesso à internet.

“Assim, a Fundação Pedro Calmon atua no sentido de fomentar o acesso ao livro e a leitura no interior do estado, para que cada vez mais possamos ampliar o número de leitores possibilitando uma melhoria nos índices de leitura em nosso estado”, destaca Viana.




Comentários