SEM A SUA VIDA A MINHA NÃO SERIA UMA AQUARELA! - CELESTE FARIAS - DIA DAS MÃES




Aos queridos Pais e Mães que deixaram de viver a tão linda jovialidade para nos prestar um grande cuidado e um infinito amor.



Sem a sua vida a minha não seria uma Aquarela
Celeste Farias Dias

Cresci, corri brinquei, 
Das vossas lágrimas nem pensei,
Tão pouco da labuta e da dor astuta,
Das madrugadas que acordastes,
E dos alimentos que nos destes.
Tantas foram as noites perdidas,
Choros, dores ou más notícias,
O tempo passou, a luta continuou.
Andastes para nos dá o pão,
Mas o sofrimento não foi em vão.
Crescidos, meninos e meninas,
Embelezando essa linda família,
Que é a tua, que é a minha, que é a nossa.
Vivenciando essa primavera,
Falando dos amores e dos carinhos,
Lembrando-se dos cravos e rosas,
Estamos de prosa.
E digo: Feliz Ano novo, 
Pois estamos aqui de novo,
A brindar a jovialidade do amor
E o amor jovial.
Sensações que passam,
Não há nada igual,
Viver a beleza, viver a alegria,
Todos na juventude com amor e harmonia.
Tempos passados,
Lembranças de dor,
Porém com muito amor, 
Para nós dispensados.
Não haverá sequer uma flor,
Que seja tão bela,
A denotar tanto amor,
Que o Papai e a Mamãe nos dedicou.

Querido cravo e querida rosa...
Obrigada, Feliz Ano Novo, Feliz Primavera, 
Sem a sua vida a minha não seria uma Aquarela!



Comentários