EM HOMENAGEM AO DIA DO POETA - LUA -LÚCIA LINHARES


Lúcia Linhares
Sinto um fascinante aconchego do céu à noite, 
Com o presente luar. 
É algo que traduz a serenidade que possuem os anjos, 
Em sua beleza e encanto.
Seja em qual fase que ela se encontre, 
Encontro-me com ela, 
E a noite é de um tom surreal! 
Chego a me extasiar de tanta admiração, 
Em vê-la brilhar em meio a essa escuridão. 
Pergunto-me então: 
_ Que seria da noite, 
Sem esse brinco ali, 
Toda entregue em iluminá-la?
E os casais de namorados, 
São os que sonham envolvidos nessa magia, 
Que aproxima, 
Inspira, 
Conquista; 
A tradução em amor, 
E o momento de saudá-la, 
Com o que cada um tem de melhor, 
E quer expor, em meio a esse luar.
A rainha celestial, 
Tão cativa, 
Prossegue com sua encantadora luz, 
E nós, brindamos a ela, 
Unindo as energias, 
Em um encontro tão belo.
E faça-se o mistério das horas contempladoras, 
E busquem na lua, 
Inspiração, 
E quando notar que ela surgiu cedo, 
Ainda sem o cair da noite, 
Aproveita e celebra! 
É que ela quer encantar mais cedo, 
E nos permitir mais tempo sonhar.




Comentários