VÂNIA ABREU RETORNA À BAHIA


Artista estará na Caixa Cultural entre os dias 24 e 27 de agosto


Com inspiração na famosa e importantíssima obra do poeta Grego Homero que relata os acontecimentos ao redor dos muros de Tróia e sua famosa guerra, Vânia Abreuse apresenta entre os dias 24 e 27 de agosto, CAIXA Cultural Salvador. Com o CD e show batizado de Ilíada, a artista propõe um dialogo com a obra grega.

Cada apresentação há um público, uma provocação e repostas diferentes. Estes dias, o público poderá conferir o repertório da artista, com canções como  “As Quatro Estações”, “Bem ou Mal”, “Pra falar de amor”, algumas regravações como “Assum Preto”, “Troca Toca” e algumas inéditas. Os ingressos serão vendidos a preços populares, a partir das 9h da quarta-feira (23), para todas as apresentações, na bilheteria da própria CAIXA Cultural Salvador, na Rua Carlos Gomes, 57, Centro.

No palco, Vânia Abreu faz um elo entre diferentes fases da sua carreira e aproxima a artista do seu público. A ideia da apresentação é relacionar a jornada de desafios e conquistas com os símbolos subjetivos inseridos na obra com os da própria guerra de auto conhecimento, de reconhecimento de mundo que pertence a cada um de nós, em qualquer tempo.

Vânia Abreu começou a cantar em bares de Salvador ainda na adolescência e ganhou prêmios como melhor intérprete. Profissionalizou-se em 1986, como backing-vocal de artistas como Gerônimo, Jorge Zarath, Netinho e Banda Cheiro de Amor. Na década de 90 esteve na banda Biss, estreando como cantora de trio em 1994.

Em 1995 lançou carreira solo e seu primeiro CD. No ano seguinte apresenta o show “Terça da Boa Música”, com a canção “As quatro estações” sendo uma das mais tocadas da radio. Seu segundo CD foi lançado em 1997 e batizado “Pra Mim”, no mesmo ano que foi considerada pelo Almanaque Abril 97 como uma das “Grandes intérpretes da MPB nos anos 90”.

Em 1998 idealiza, produz e participa do projeto “O que é que a Bahia também tem”, que inclui exposições de artistas plásticos baianos e venda de CDs e livros. Lança seu terceiro CD, “Seio da Bahia”, com show no Teatro Castro Alves, em Salvador.

Em 2004 apresenta seu quarto CD, “Eu Sou a Multidão”. Dois anos depois lança o CD e Show “Pierrot e Colombina. Em 2007, lança o CD “ Misteriosa Dona Esperança”, sexto de carreira. Este ano, 2017, lançou o livro infanto juvenil “Eu e meu lugar” para coleção “Eu vim da Bahia”. Riachão foi a personalidade escolhida por Vania Abreu.

Serviço

Vânia Abreu – Ilíada Novas e Eternas Canções na Caixa Cultural
Dias 24, 25, 26 e 27 de agosto
Local: Caixa Cultural
Endereço: Rua Carlos Gomes, n° 57 – Centro
Horário: Às 20 horas
Valor: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)
Vendas no local

Comentários