AMERICANO É PRESO POR FILMAR ACIDENTE DE CARRO EM VEZ DE SOCORRER VÍTIMAS






Um americano foi preso por filmar as vítimas de um acidente de carro em vez de prestar os devidos socorros. O caso ocorreu na cidade de Lorain, em Ohio (EUA), na última segunda-feira (13).

Segundo o Departamento de Polícia da região, um veículo com dois jovens de 17 anos bateu contra uma casa. O passageiro não resistiu aos ferimentos e morreu ao chegar ao hospital. Já o motorista teve esfoliações graves e continua internado.

No momento do acidente, pessoas que passavam pelo local prestaram socorro às vítimas, mas Paul Pelton, 41, aproveitou a tragédia para fazer um vídeo com o celular. Para conseguir pegar mais detalhes das vítimas, ele chegou inclusive a abrir a porta traseira e entrar no veículo.

A polícia afirma que Pelton também chamou os jovens de "idiotas" enquanto gravava o acidente. "Em nenhum momento ele presta assistência às vítimas, ou ao menos tenta confortá-los", descreve o capitão Roger Watkins, em um post no Facebook. 

Pelton publicou o vídeo nas redes sociais e tentou vendê-lo para emissoras locais de TV. Após tomar conhecimento da existência das imagens, a polícia identificou Pelton. Um mandado de prisão foi expedido pelo crime de invasão de propriedade, já que o homem teria entrado no veículo sem o consentimento do proprietário.

O dono da gravação está preso desde a última quarta-feira (15) e será apresentado à Justiça no dia 21 de julho.

"Oferecer ajuda ou confortar jovens que estão gravemente feridos é um ato louvável e gentil. As pessoas não podem, no entanto, entrar em um veículo sem permissão para filmar os momentos finais de uma pessoa em busca de lucro", ressaltou o capitão. 


Comentários