TIMBALADA APRESENTA VOZ FEMININA



Millane Hora comandará os vocais da banda ao lado de Denny Denan

Dando continuidade ao processo criativo e vocal que predominou a história da banda desde quando surgiu, a Timbalada apresenta mais uma voz. A alagoana Millane Hora estreia na banda no verão 2016/2017 e comandará uma nova fase ao lado de Denny Denan. 

Após passagens por diversos reality shows musicais, e participações em festivais de música ao redor do Brasil, Millane acumulou experiência de sobra, para encarar este novo desafio. Além, é claro, da expertise em sua carreira solo na MPB.

“É uma honra e uma grande responsabilidade. A Timbalada é um patrimônio cultural, uma banda original, multicultural. Como artista, vivi muitas experiências na vida, mas a de fazer parte de uma banda tão completa, com uma história tão intensa e de sucesso me parece mais que uma oportunidade e sim um presente”, exalta Millane sobre a nova experiência.

Verão Timbaleiro - Com 25 anos de história a Timbalada se renova a cada ano, sempre com novas músicas e performances. Este ano, atendendo a evolução do mercado sem perder a sua essência, contará com a nova vocalista para agregar, fortalecer e enriquecer ainda mais sua musicalidade.

O Museu do Ritmo recebe mais uma série de Ensaios para o verão de 2017. “Todo ano é como se fosse o primeiro (risos), aquele frio bom na barriga, aquela ansiedade gostosa... E esse ano não será diferente. A preparação no estúdio, a dedicação, a produção é grande pra ficar tudo lindo pra vocês”, conta Denny sobre o verão da banda.

A Timbalada - agora com duas vozes, seis percussionista, dois metais, guitarra violão e teclado, a banda tem ritmo envolvente e surpreende seu público a cada nova apresentação. A Timbalada foi criada em 1991 pelo cantor, compositor e multiinstrumentista, Carlinhos Brown. 

A banda, que tem o timbau como base percussiva, tem um ritmo próprio, que desde o seu nascimento agrada o público do mundo inteiro. Brown quem, de forma inusitada, resolveu mudar a maneira de tocar o instrumento. Antes tocado na vertical, o timbau passou a ser manipulado na horizontal.

  



Crédito: Magali Moraes




Comentários