MANTER A AMIZADE COM O (A) EX PODE SER SINAL DE PSICOPATIA, SEGUNDO ESTUDO



MANTER A AMIZADE COM O (A) EX PODE SER SINAL DE PSICOPATIA, SEGUNDO ESTUDO

É muto bom terminar um relacionamento sem mágoas, porém continuar amigo (a) do ex pode ser um problema. Pelo menos é isso que garante o psicólogo e terapeuta de casais Antonio Carlos Araújo, que diz conhecer vários casos parecidos e afirma: nenhum deles deu certo.

Segundo o especialista, manter contato pode prejudicar os futuros relacionamentos. “A desconfiança é inevitável. A outra pessoa vai saber que já aconteceu um envolvimento muito forte, não há como convencê-lo de que isso não vai acontecer de novo. Essa situação gera ciúmes, brigas e pode acabar com qualquer esperança de levar esse novo relacionamento adiante”, explica.

Ele aconselha a não manter contato, mas o respeito deve existir e vale o esforço para que não fique nenhum mal-entendido.

Psicólogos da Universidade de Oakland, nos Estados Unidos concluíram um estudo para descobrir se sinais psicopáticos estão relacionados à amizade que algumas pessoas mantêm com seus ex-companheiros(as). E a conclusão é um pouco assustadora.

Intitulado de “Staying friends with an ex: Sex and dark personality traits predict motivations for post-relationship friendship” (“Continuando amigo do ex: sexo e traços obscuros da personalidade preveem motivações/interesses para amizade após o relacionamento”, em tradução livre), o estudo contou com 861 pessoas que listaram as razões pelas quais elas mantiveram ou mantém amizade com seus ex.

Todas preencheram um questionário feito para evidenciar qualquer traço estranho de personalidade que pudessem ter, tais como narcisismo, maquiavelismo ou psicopatia.

Apesar de muitos quererem continuar amigos do ex devido a razões sentimentais (tentar reconquistar e alimentar as esperanças), os especialistas chegaram a uma conclusão surpreendente: muitos indivíduos que apresentaram traços estranhos de personalidade e tendências manipuladoras eram mais propensos a manter amizade com o(a) ex por razões não muito legais, tais como obtenção de relações sexuais, oportunidades, dinheiro, entre outras.

“Eles (os narcisistas) mantêm contato com os ex para terem acesso a recursos valiosos. Eles costumam ter informações privilegiadas sobre as vulnerabilidades e fraquezas do(a) ex-parceiro(a), e por isso, conseguem manipulá-los. O que dá a eles uma sensação de poder e controle”, diz.

E você o que acha, é possível ser amigo do ex?


FELISQUIÉ TEM EVENTO DE DIVULGAÇÃO NO MUSEU DE ARTE DA BAHIA




Maribel Barreto, Luciano Santos, Luciano Ferreira, Cidinha da Silva, Sandro Sussuarana, Domingos Ailton, Fábio Haendel e convidados fazem palestras e sarau de poesia

Salvador recebe convidados em evento de divulgação da Festa Literária Internacional do Sertão de Jequié – Felisquié, no dia 06 de maio de 2017, com atividades das 14h às 18h30, no Museu de Arte da Bahia, na Avenida Sete de Setembro, 2440, Corredor da Vitória. O evento é gratuito e não há necessidade de inscrição prévia.
O lançamento da Felisquié em Salvador terá cenário com projeções mapeadas do artista visual Eldelsio Lima com ilustrações de Fefa Yanevisk.

A Felisquié conta com financiamento do Fundo Estadual de Cultura, através do Edital de Literatura da Funceb, Secretaria da Fazenda, Secretaria de Cultura e Governo do Estado da Bahia, e pretende ampliar as parcerias. A organização do evento já procurou a Empresa e Editora Gráfica da Bahia, a Uesb, as secretarias M unicipais de Cultura e Turismo e de Educação de Jequié, o Núcleo 22 de Educação, o Sesc e a Bahiatursa, para que a ampla programação que está sendo planejada possa ser concretizada, o que deve atrair um grande número de pessoas para Jequié de diversas regiões da Bahia e do Brasil.

Confira a Programação do Lançamento da FELISQUIÉ em Salvador

14h - Abertura - A III Edição da Felisquié
Apresentação - Domingos Ailton – Escritor, jornalista, professor e curador da Felisquié
Mesa Redonda - Da literatura popular à literatura acadêmica

14h30 – “Literatura ficcional e consciência”
Palestrante - Maribel Barreto - Pós-doutorado em Consciência, Transdisciplinaridade e Educação pela Universidade Católica de Brasília/Brasil, e Criatividade e Educação e Doutora em Educação pela Universidade de Brasília/UNB/Brasil, membro da Academia de Letras de Jequié.

15h- “Aspectos culturais da crise brasileira atual".
Palestrante – Luciano Santos – Professor de Filosofia credenciado no Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade (PPGEDUC) da UNEB e Doutor em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). 
15h30 – “Cordel na Bahia: literatura popular multifacetada”.
Palestrante – Luciano Ferreira - Licenciado em Letras com Língua Espanhola (UEFS), especialista em Metodologia do ensino da língua espanhola (Uninter), especialista e mestre em Estudos Literários (UEFS).

16h – Roda de Conversa - “Vivências e produções literárias”.
Palestrantes:
Cidinha da Silva - Prosadora, dramaturga e doutoranda no Programa Multi-Institucional e Multidisciplinar em Difusão do Conhecimento da Universidade Federal da Bahia. 
Sandro Sussuarana – Escritor, poeta, graduando em Serviço Social, é um dos organizadores do Sarau da Onça, Slam da Onça e Slam Deixa Acontecer, que acontecem em Sussuarana.

17h – Sarau poético-musical com Fábio Haendel, Jorge Baptista Carrano, Milica San, Márcio Uills e Tina Tude.

MAIS INFORMAÇÕES:
Fefa Yanevisk, natural São José dos Campos, Estado de São Paulo. Graduanda do curso Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), atua nas áreas plásticas como ilustradora, maquiadora e diretora do arte, premiada no IV Cine Virada – festival de cinema universitário baiano por seu trabalho no curta documental “Reflexiva”. Em 2014 trabalhou como cinegrafista no curta documental “Pugna” e como maquiadora de efeitos visuais no curta de ficção "Materno". No período de 2015 a 2016 contribuiu com o site Sobre Nossa Visão Distorcida confeccionando ilustrações para alguns textos.

Edelsio Lima - 28 anos, artista gráfico e visual. Formado em Comunicação Social pela FACCAMP, graduando de Artes Visuais na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Artista de multi linguagens, trabalha com diversas plataformas como desenho, colagens, pintura, assemblage,  fotografia animação, vídeo e projeções mapeadas.
Tina Tude é atriz e educadora. Artista de trajetória marcada pela influência da obra literária de seu pai, o poeta Tude Celestino de Souza, destaca-se pela dedicação à récita poética, em particular, à Poesia Tudina.

Pesquisadora do segmento de PMI- Patrimônio/Memória/Identidade, além de ativista pela causa da memória e identidade IPITANGUENSE para o território municipal de Lauro de Freitas, é autora do conceito do Monumento aos Rios Ipitanga e Joanes como marco territorial do município. 

Pós graduanda em Educação Ambiental e Sustentabilidade, fundadora do CMC LF - Conselho Municipal de Cultura e ALALF - Academia de Letras e Artes, onde ocupa a cadeira Tude Celestino, é idealizadora e presidente de honra da ONG iAC - Instituto ATiTude CelesTina (etnodesenvolvimento sustentável e identidade) e se declara cidadã ipitanguense.



SERVIÇO
O quê: Lançamento da FELISQUIÉ em Salvador
Quando: 06 de maio de 2017, das 14h às 18h30
Onde: Museu de Arte da Bahia – Avenida Sete de Setembro, 2440 – Corredor da Vitória – Salvador-BA
Quanto: Gratuito, sem necessidade de prévia inscrição
Contatos: 
Assessoria de imprensa-71 99345 5255 (Valdeck)
Coordenação de produção-  71 99272 0745 (Lígia Benigno)

Curadoria- 73 99855 4323 (Domingos Ailton)

LINDINALVA SILVA LANÇA SEU PRIMEIRO LIVRO: 'A SAGA DO JUDAÍSMO E A CRIAÇÃO DA NOVA RELIGIÃO CRISTÃ.’




A bioquímica Lindinalva Silva inicia sua carreia na literatura lançando o seu primeiro livro, 'A Saga do Judaísmo e a Criação da Nova Religião Cristã’. O  evento será realizado no Museu de Arte da Bahia ( Corredor da Vitória) dia 11 de maio a partir das 17h. A escritora dará uma palestra como abertura e contará com a intervenção musical  de: Graça Inocêncio, Dirlan Botelho , José Edvaldo Cerqueira , Violão Francisco Hércules, Fabricio Monteiro e Flauta doce: Glória Lemos

A autora, que é poeta e tem alguns livros na gaveta, resolveu lançar o seu primeiro livro impulsionada pela demanda de alunos do grupo de estudos de história do judaísmo e do cristianismo do qual a mesma é ministrante. 

 A obra traça a história do povo judeu desde a sua formação; sua trajetória - idas e vindas pelo Egito, deserto e Canaã -;  a conquista e posse da Terra prometida; as lutas que tiveram de enfrentar; as diásporas; sua peregrinação no exílio até chegar nos dias atuais com a aliah (retorno à Pátria). Retrata as bases do judaísmo e como ocorreu sua evolução ao longo do tempo. 
Nesse ínterim ocorre a criação do cristianismo, onde é relatado quais as bases dessa nova religião, as motivações e seus concílios onde foram decididas as suas novas doutrinas.          

O foco deste livro é justamente apresentar ao leitor a história do povo judeu, quem é esse povo e qual a sua missão, além de mostrar a origem da religião cristã: quando surgiu e em qual contexto ela foi inserida. Bem como despertar o leitor para enxergar as mentiras nas quais nos fizeram crer e para as verdades que nos foram omitidas por séculos e séculos. 

Dedique-se a leitura dessa magnifica obra, penetre nos primórdios do judaísmo e chegue até os dias atuais. Com certeza, você tirará uma série de conclusões que poderão alterar seus conceitos sobre algumas crenças.                  

Lindinalva Silva, nascida em Itupeva-Ba e residente em Salvador-Ba desde 1988. Farmacêutica bioquímica graduada pela UFBA; coordenadora técnica de Laboratório de Análises Clínicas; pós-graduada em citopatologia ginecológica; ministrante de cursos e palestras na área de saúde; ministrante de estudos e palestras na área espiritual e histórica, com ênfase no judaísmo - história e princípios - e história do cristianismo. Há muitos anos se dedica ao estudo e pesquisa de realidades metafísicas e sua conexão com o mundo físico, além de ser estudante de kabbalah. 
Autora de quatro livros de poesias ainda não editados:  Vida, amor e Sonhos, O seu primeiro livro escrito na adolescência, com início aos doze anos de idade, além de Face Oculta,  Ávida de Amor e  o quarto ainda sem título definido. 

Serviço:

O que: Lançamento do livro: A Saga do Judaísmo e a Criação da Nova Religião Cristã.
Data: 11.05.2017
Horário: 17h
Local: Museu de Arte da Bahia (Corredor da Vitória)
Valor do exemplar: $ 35
Páginas: 162

Assessoria: Lucymar Soares
71 – 99202-5745 (TIM – WhatsApp )
lucymar.soares@gmail.com

www.blogdagaivota.com










COM NARRATIVA RADICALMENTE CONTEMPORÂNEA, “BOCA A BOCA : UM SOLO PARA GREGÓRIO” É UM RECITAL DE POESIAS DO BOCA DE BRASA EM FORMATO DE SHOW DE ROCK



Link do espetáculo completo

Com encenação e roteiro de João Sanches, o consagrado ator Ricardo Bitencourt e o músico Leonardo Bittencourt sobem ao palco do Café-Teatro Rubi, no Sheraton da Bahia Hotel, para dar início à temporada brasileira do espetáculo  “Boca a Boca : um solo para Gregório”, que foi encenado pela primeira vez em Lisboa, Portugal. A estreia em Salvador acontece nos dias 05 e 06 de maio (sexta e sábado), e as apresentações seguem durante todo o mês, mas às quintas-feiras, sempre às 20h30.

Em cena, Ricardo Bitencourt declama poesias e fala sobre a vida e a obra de Gregório de Mattos. Ao vivo, o músico Leonardo Bittencourt executa a trilha sonora que tem canções do The Doors, Nirvana, Ramones, mas também de Caetano Veloso, Gilberto Gil e Novos Baianos.  “Gregório é rock’n roll puro, pois ele tem essa atitude roqueira da contestação. Isso sem contar que ele é POP – por isso, o repertório se vale de estrelas da MPB e do Rock internacional”, explica Sanches.

Para Ricardo Bitencourt, o espetáculo é rápido, dinâmico e apresenta o texto de Gregório como grande protagonista. “Eu sou um agente do discurso do poeta e um porta voz da poesia dele”, explica, ressalvando que “são os eus líricos de Gregório que aparecem durante as declamações”. A temporada baiana de “Boca a Boca : um solo para Gregório” é uma realização da Sole Produções. O ticket couvert artístico custa R$ 60,00 e pode ser comprado no site www.compreingressos.com ou na bilheteria do Café-Teatro Rubi – 71 3013-1011.



O BOCA - “Boca a Boca : um solo para Gregório” busca reconhecer a importância do poeta baiano, que é considerado, por muitos teóricos, o primeiro escritor brasileiro efetivamente nascido no Brasil, em 1636. Depois de ficar conhecido como “Boca do Inferno” e “Boca de Brasa”, pelas críticas ferozes e debochadas que fazia em suas poesias à sociedade do século XVII, Gregório foi preso e enviado para exílio em Angola. Conseguiu ser perdoado e voltar ao Brasil, mas com a condição de que morasse em Recife e nunca mais voltasse à Bahia, permanecendo até hoje banido de sua terra. “Queremos trazer Gregório de volta para a Bahia e mostrar o quanto ele é atual”, comenta Sanches. E ressalta: “queremos dar um solo para Gregório”.

O roteiro apresenta um conjunto de 40 poemas ou trechos de poemas de Gregório de Matos, que são divididos não de forma cronológica, mas, sim, por temas, como a sátira de costumes, o sexo, a religião e a crítica ao Governo. Intercalando os blocos de temas, há pequenos comentários narrativos que contextualizam e associam aquela produção literária a momentos da vida do poeta. Com agilidade e no ritmo do repertório musical, Ricardo Bitencourt se divide entre o narrador e as múltiplas facetas do declamador.

Já o título do espetáculo faz referência não só aos apelidos que o poeta ganhou, mas também à forma como a sua poesia foi perpetuada: no boca a boca, no cópia a cópia, uma vez que a imprensa e a editoração gráfica eram proibidas no Brasil Colônia. A publicação das obras completas de Gregório de Matos só ocorreu no século XX, ou seja, quase trezentos anos depois de manuscritas. Quanto à expressão “um solo para Gregório”, ela remete ao formato solo do espetáculo, que tem um único ator em ação, ao solo da guitarra de Leonardo Bittencourt, e ao pleito maior de devolver para Gregório o seu solo natal, já que ele foi proibido de pisar em terras baianas e os seus restos mortais encontram-se até hoje em Recife.




A realização do espetáculo é uma parceria entre o Teatro Itália e a Sole Produções.

Desdobramentos do projeto

A ideia é que a encenação do espetáculo “Boca a Boca: um solo para Gregório” seja a primeira etapa de um projeto mais extenso. Ao longo da futura turnê brasileira da peça teatral, serão realizados também seminários, debates com estudantes de escolas públicas, um concurso literário, apresentações internacionais em países de Língua Portuguesa e uma campanha política com o objetivo de trazer de volta à Bahia os restos mortais de Gregório, ainda que seja através da inauguração de um túmulo simbólico. “O que mais importa é que o discurso de Gregório chegue às pessoas e que a memória dele seja perpetuada com as honras que merece”, afirma o ator Ricardo Bitencourt. “O Brasil precisa saber quem foi Gregório de Matos, o primeiro escritor do nosso país”, complementa o diretor João Sanches.

Ficha técnica:

Poesias: Gregório de Matos
Intérprete: Ricardo Bitencourt
Roteiro e encenação: João Sanches
Trilha ao vivo: Leonardo Bittencourt
Direção de movimento: Matias Santiago
Assistente de direção: Marina Martinelli
Figurino: João Sanches, Robério Sampaio e Ateliê Elizabeth Marie
Confecção de figurino: Robério Sampaio e Ateliê Elizabeth Marie
Adereços: Alessandra Santiago
Maquiagem: Alessandra Santiago e Dino Neto
Iluminação e cenário: João Sanches
Coordenação de produção: Simone Carrera
Assistente de Produção: Eri Souza
Contrarregra: Valfredo Oliveira
Design Gráfico: Caio Vinícius Costa
Fotografia: Sora Maia
Realização: Sole Produções – Simone Carrera – diretora geral – 71 3494-0966 / 99321-0110
Assessoria de Imprensa do espetáculo : Doris Pinheiro – 71 98896-5016



ANDREA BORSELLI NA CHÁCARA ALAMBIQUE



Novos shows com Andrea Borselli estão marcados para 27, 28 e 29 na Chácara Alambique para grupos fechados onde serão servidos nas mesas como cortesia um affetatto de frios, pães e um vinho Lambrusco. 

O bar estará aberto para aquisição de outras bebidas. Ingressos individuais a R$ 75,00





O mundo da música constantemente revela grandes atrações internacionais e, de vez em quando, nós brasileiros somos agraciados com turnês maravilhosas. Para a felicidade de quem estiver na Bahia em abril, a Pier Mundi Turismo e Eventos está realizando a turnê internacional de Andrea Borselli, uma das maiores revelações da música italiana e internacional da atualidade. Ao lado de seu piano de cauda desde 1989, Andrea iniciou a carreira de cantor solo ao participar e vencer diversos concursos e competições musicais, ao exemplo do Festival de Sanremo. Com repertórios cantados em quatro idiomas diferentes, Andrea Borselli abre sua turnê brasileira pela Bahia.




Visite nossa página:
Mapa da Chácara Alambique:
Mais informações da Chácara Alambique:

Mapa de como chegar:
https://www.google.com.br/maps/place/R.+Cel.+Mess%C3%ADas,+431+-+Caji,+Lauro+de+Freitas+-+BA,+42700-000/@-12.8884318,-38.3312543,17z/data=!3m1!4b1!4m5!3m4!1s0x716160fa14da973:0xa774cdde7a0f8d21!8m2!3d-12.8884318!4d-38.3290656

Para reservas : Marcelo Reis – 71 99302 0550




Á TURMA DO SÍTIO DA DIVERSIDADE



A Cia de Teatro BIML comemora o seu sétimo ano de atividades e os 67 anos da Biblioteca Infantil Monteiro Lobato com a apresentação do espetáculo “A Turma do Sítio da Diversidade”, com texto inspirado na obra de Monteiro Lobato e adaptação e direção de Sérgio Mício. A estreia será nesta terça-feira, dia 18, às 11h. As apresentações seguem nos dias 19, 20, 26, 27 e 28 às 15h e 30 às 11h. 

O espetáculo - Num belo dia, Emília e Visconde ao visitarem o jardim do Sítio, percebem que uma violeta branca esnoba as suas colegas, violetas roxas, por se sentir superior. O sábio Visconde então lhes ensina sobre a importância de viver em harmonia entre todas as cores. 


Serviço
O quê: A Turma do Sítio da Diversidade - Com a Cia de Teatro BIML – turmas infantil e juvenil.
Quando: Estreia dia 18/04 às 11h. Segue nos dias 19, 20, 26, 27 e 28 às 15h e 30 às 11h. 
Onde: Biblioteca Infantil Monteiro Lobato - Praça Almeida Couto, s/n - Nazaré, Salvador - BA.
Entrada: Gratuita.
Informações: 71 3117-1411.