DESCUBRA A ARGILA QUE PODE SALVAR VOCÊ DAS DORES ÓSSEAS






Essa é uma excelente aliada para quem sofre de artrite e problemas das articulações
Você já deve ter ouvido falar no uso da argila para fins medicinais. Uns dizem que faz bem para a pele, outros dizem que rejuvenesce. Dizem até que os antigos povos a ingeriam para resolver problemas digestivos.

Mas a mais recente verdade é que desde 1930 a argila vem sendo pesquisada para tratamentos de osteoporose. Surgiu, então, a Dolomita, uma mistura de carbonato duplo de cálcio e magnésio descoberta pelo geólogo francês Dolmieu.

Em Israel, no Instituto Weismann, pesquisadores estudaram uma pedra dolomítica de uma região brasileira e descobriram a existência de uma propriedade chamada calcitriol, uma espécie de hormônio.

 Para que serve esse hormônio?

O calcitriol é um hormônio que tem o poder de fixar o cálcio em nossos ossos, além de ter efeito em mais de 30 tipos de tecidos. Os testes foram feitos em frangos e o hormônio ampliou as trabéculas (tecidos biológicos) de medula vermelha e a massa óssea desses animais.

O teste resultou em um aumento da calcificação, flexibilidade e maleabilidade, reduzindo dores e outros sintomas da osteoporose.

O plano da medicina é criar suplementos a serem tomados via oral com doses de 3 gramas por dia. O suplemento foi planejado para beneficiar as pessoas que sofrem com sintomas como:
Hipertensão
Diabetes
Tendinite
Bursite
Inflamações
TPM
Cólicas menstruais
Queimaduras
Úlceras
Cardiopatias
Desmineralização óssea
Dores musculares
Dores nas articulações
O uso desse suplemento em sua forma em pó pode ainda ter outras ações em casos de:
Gengivite
Afta
Extrações dentárias
Higiene oral
Pré-dentição em crianças
Lesões genitais
Ferimentos
Escoriações
Assaduras
Chulé
Micoses
Inflamações pós-depilação

Outras formas de utilizar a dolomita

Já percebemos que a dolomita possui muitas utilidades, mas elas não param por aí. Veja algumas dicas abaixo do que é possível fazer com ela:
1. Misture uma colher de chá de dolomita em pó em um copo de salmoura para obter um anti-inflamatório e analgésico
2. Adicione uma colher de chá de dolomita em meio copo de água morna e gargareje em casos de amigdalite.
3. Dilua em um pouco de água e pingue 2 ou 3 gotas em cada narina em casos de rinite e sinusite.
4. Adicione meio copo de pó de dolomita em 2 litros de água e você terá um banho para adultos ou crianças em casos brotoejas e problemas dermatológicos.
5. Se adicionar 1 porção de água para 2 porções de dolomita você formará uma pasta excelente com efeito analgésico, antitérmico, relaxante e cicatrizante.
6. Essa pasta pode ser usada de maneira intravaginal em casos de candidíase, leucorreia, e também em casos de hemorroida interna e prurido anal.
7. O uso estético dessa pasta pode ajudar a combater estrias, flacidez, celulite, rugas de expressão, olheiras, manchas na pele e queloides.
A dolomita realmente parece ser incrível não é? As dicas deste artigo, porém, não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado.


Comentários