OPORTUNIDADE DE EVOLUÇÃO ESPIRITUAL




Um grande sábio encontrou com um morador abastado da pequena Vila onde eles moravam e lhe perguntou:
- Bom dia bom senhor! Diga-me o que o senhor encontrou no caminho por onde veio? O senhor abastado disse:
-Nada de interessantes. Só vi pessoas pobres e andando quilômetros para chegar aqui.
O sábio olhou para o carro do rico e perguntou: 
- E por que você n deu carona, aqui caberia umas 10 pessoas.
Oxi! Isso não iria resolver a questão. Tinha umas 30 pessoas.
O mestre olhou em outra direção e disse:
Pois é, na estrada só ficou as 10 que você não trouxe.
Ao olhar para a entrada da Vila vinha dois carros que ao parar desceram de cada um 10 pessoas.
Meio sem jeito o rico foi saindo de mansinho. O sábio olhou para ele e disse:
- Sabe o que você encontrou na estrada? Você encontro suas últimas oportunidades de evolução espiritual. Infelizmente hoje a morte o levará e VC não terá mais tempo para compreender a nossa missão nesse mundo: AMOR. E quando perdermos todas as oportunidades, só nos resta a oportunidade de viver o resto dos nossos dias com a consciência pesada. Concluiu o mestre:
-Pense nisso!

 Fragmentos do livro: Algemas em mim.Soares Lucymar ( Cymar Gaivota).

FELIZ 2016 

A NOVA CARTA AO PRESIDENTE – INSCRIÇÕES ABERTAS



Projeto literário abre inscrições para interessados em escrever para os políticos brasileiros

O livro Carta ao Presidente, que teve o primeiro volume publicado em 2010 e o segundo em 2012, agora abre inscrições para o terceiro volume. 

Organizado pelo jornalista Carlos Souza Yeshua, a obra é um espaço onde escritores, poetas, jornalistas, professores, advogados, médicos ou qualquer outra pessoa pode aproveitar o momento político atual para mostrar sua indignação através da palavra. 

Como nas edições anteriores, os gêneros textuais que serão publicados podem ser: poesia, conto, crônica, ensaio, cordel, fábula, carta ou reportagem jornalística; contudo que o tema gire em torno de questões políticas ou sociais. 

As inscrições vão até o dia 05 de fevereiro de 2016. Interessados em participar devem fazer contato, através do e-mail: carlossouzamkt@hotmail.com ou http://carlossouza.zip.net/, onde também poderá obter as informações completas sobre o projeto.

Embora o livro tenha o título Carta ao Presidente, à publicação não é dirigida apenas ao chefe maior da nação, ou a chefe, neste caso a presidente Dilma Rousseff, mas a todos os políticos (vereadores, prefeitos, governadores, deputados, senadores) que são eleitos pelo voto e deveriam estar a serviço da sociedade. E não para por aí, Carta ao Presidente é na verdade, um exercício de cidadania que convida o cidadão a ficar mais atento e não deixar a política somente na mão dos políticos.

 “O Brasil vive um momento atípico, com a crise política e econômica que tem levado o país a recessão. Desde 2013 os brasileiros têm saído às ruas para protestar contra diversos problemas, entre eles, a corrupção generalizada que tem paralisado a nação. Carta ao Presidente é nossa forma de protestar, sugerir e expressar nossa opinião em relação às questões que estão maltratando os brasileiros”. Pontua o organizador do livro, Carlos Yeshua, que acrescente ainda: “Faça como Temer, escreva uma carta a presidente”. 

Lançamentos – A primeira edição do livro Carta ao Presidente foi lançada na XXI Bienal Internacional do Livro de São Paulo, seguido por lançamentos em Salvador (BA) e na I Bienal do Livro do Paraná, em Curitiba. O segundo volume também foi lançado na XXII Bienal Internacional do Livro de São Paulo, e ainda na IX Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, em Recife, IV Festa Literária de Marechal Deodoro-FLIMAR, em Alagoas, I Festa Literária do Sertão de Jequié (BA), além de Salvador, Feira de Santana e Brasília, Capital Federal. A nova edição não será diferente, diversos lançamentos serão realizados na Bahia e outros estados. 

Foto:Lucymar Soares
Organizador - Carlos Souza Yeshua é jornalista, profissional de marketing e atua na área de assessoria de imprensa para escritores e instituições culturais. Autor dos livros João Alfredo Domingues - Pau pra toda obra: A saga de um português em terras angolanas e brasileiras e Revolução Pessoal – Seu Próximo Desafio. É organizador de Carta ao Presidente, I e II e do Dicionário de Escritores Contemporâneos da Bahia (Editora CEPA, 2015).

SERVIÇO:
O quê: Inscrições para o terceiro volume do livro Carta ao Presidente.
Onde:  carlossouzamkt@hotmail.com. Salvador /BA.
Quando: Até o dia 05 de fevereiro de 2016.
Investimento: Consultar o organizador. 
Informações: (71) 98122-7231 /  http://carlossouza.zip.net/




MAPA DA PALAVRA








A Coordenação de Literatura da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), gostaria de convidá-lo(a) a contribuir no processo de divulgação e compartilhamento do projeto Mapa da Palavra.BA.

O Mapa da Palavra.BA é um projeto de cadastramento público para a seleção de produções artísticas literárias realizadas no Estado da Bahia, a partir de seus 27 (vinte e sete) territórios culturais de identidade e de autores baianos que vivem fora do Estado. Esse cadastramento busca identificar a grande diversidade da literatura baiana, os escritores, poetas, ensaístas, performers, cronistas, recitadores, quadrinistas, cordelistas, entre outros e suas produções artísticas. A proposta da construção do projeto Mapa da Palavra.BA surgiu por conta da necessidade de se ter um diagnóstico do setor, para propor metas e estratégias ao Plano Setorial de Literatura da Bahia, compreendendo de forma mais clara, as necessidades e possibilidades da literatura baiana.

Além do cadastramento, o projeto realizará duas etapas de seleção das produções literárias: na primeira etapa, os artistas da palavra cujas produções forem selecionadas terão suas produções divulgadas na plataforma virtual do projeto; na segunda etapa, serão selecionadas produções literárias para compor uma futura publicação virtual e/ou impressa, com distribuição gratuita.

A partir do cadastramento dos autores no Mapa da Palavra.BA será possível ter um re-conhecimento de nossa produção literária e criar um documento importante de estruturação de um espaço de criações particulares e coletivas, não só para dar uma visão panorâmica de autores e obras, como para uma melhor compreensão do campo de forças que pesa sobre agentes de literatura, apontando necessidades e possíveis caminhos.
Futuramente, a plataforma virtual do projeto, com biografia, imagens e trabalhos literários dos autores, será uma porta aberta para a difusão dos autores, também com o objetivo de aprofundar o intercâmbio entre os próprios artistas da palavra, do Estado, criando a possibilidade de fortalecer relações e processos criativos, tornando nosso circuito literário cada vez mais potente e visível.

As inscrições para o Mapa da Palavra.BA estão abertas até o dia 14 de março de 2016. Os artistas da palavra devem se cadastrar, através do sistema online no site (http://www.fundacaocultural.ba.gov.br/mapadapalavra/) ou via material físico a ser enviado pelos Correios, conforme regulamento disponível também no site. As informações serão fornecidas pelos próprios autores, por conta disso, é fundamental a participação de todos, para que este mapeamento seja um retrato literário atual, iluminando a literatura da Bahia, suas potencialidades e especificidades. Prevemos este período longo de 5 meses de inscrição, justamente para que seja viável o alcance de um maior número de artistas da palavra.

A partir do lançamento oficial do projeto na Flica (Festa Literária Internacional de Cachoeira), em 16 de outubro de 2015, o Mapa da Palavra.BA já foi apresentado em Porto Seguro, Juazeiro, Barreiras, Santo Amaro, Alagoinhas e Salvador. 

Desde já agradecemos sua contribuição e participação e acreditamos que este projeto será de extrema importância nas decisões e definições de políticas para a Literatura no Estado, além de contribuir para a difusão dos autores e suas produções literárias.

Cordialmente,
                                        
                                              
Karina Rabinovitz
Coordenação de Literatura Maria Iris da Silveira
Diretor de Artes - DIRART Fernanda Tourinho
Diretora Geral – FUNCEB


REFERÊNCIA MUNDIAL EM LINGUAGEM DO CORPO MINISTRA WORKSHOP EM SALVADOR




“Neste workshop, o público de Salvador se beneficiará com o autoconhecimento que a linguagem do corpo oferece. Os participantes irão aprender a como reverter as causas emocionais das doenças para a saúde”, afirma Cristina Cairo. As inscrições estão abertas. As aulas acontecem nos dias 19 e 20.12, na Casa de Yoga, localizada na Alameda dos Eucaliptos, 56 - Caminho das Árvores.

No dia 18.12, às 19h30, no Atelier da Alma, na Rua São Paulo, 682, na Pituba, Cristina Castro ministra palestra em benefício da ACCABEM - Associação Casa de Caridade Adolfo Bezerra de Menezes, sobre “Linguagem do Corpo e Leis Universais”. O ingresso é um pacote de 30 fraldas geriátricas.

Recentemente Cristina Cairo lançou o livro “O Poder dos Gatos na Cura das Doenças”, onde desmistifica as maldades inventadas contra os gatos e mostra a real função dos felinos em nossas vidas, além de apresentar um tópico com explicações xamânicas sobre os significados de insetos, ratos, que invadem lares.

Referência mundial quando o assunto é linguagem do corpo e a sua relação entre corpo e mente – também conhecida como metafísica da saúde ou tratamento de doenças psicossomáticas -, a psicóloga e escritora paulista Cristina Cairo ministra, nos dias 19 e 20 de dezembro, em Salvador, o workshop ‘Linguagem do Corpo’, que tem como foco a busca de autoconhecimento através do aprendizado sobre as mensagens que seu próprio corpo transmite.

“Neste workshop, o público de Salvador se beneficiará com o autoconhecimento que a linguagem do corpo oferece. Os participantes irão aprender a como reverter as causas emocionais das doenças para a saúde, aspectos da Fisiognomonia - estudo das características do rosto e do corpo que revelam o caráter, a personalidade, a carreira, as tendências emocionais e psicológicas - e a como se harmonizar com a família, relacionamento amoroso e com todos ao seu redor”, explica Cristina Cairo.

O workshop será realizado das 10h às 18h, nos dois dias, na Casa de Yoga, localizada à Alameda dos Eucaliptos, 56 - Caminho das Árvores. As vagas são limitadas e o investimento é de R$ 600,00, com preços especiais para grupos. Informações e inscrições pelos telefones (71) 9 9741-8764/ 9 8727-0923 ou pelo e-maillinguagemdocorposalvador@gmail.com. Para saber mais acesse www.linguagemdocorpoemsalvador.com.br. “Este encontro será totalmente interativo, divertido e profundo nos conhecimentos milenares e científicos. Haverá vivências mentais para que as pessoas possam se conhecer e aprender a como acabar com os problemas estéticos pela linguagem do corpo”, afirma Cristina.

Sobre Cristina Cairo
Cristina Cairo é bacharel tem várias especializações em Medicina Chinesa, é formada em Parapsicologia, fez cursos em escolas de programação neolinguística e estuda sobre Física Quântica e Medicina Psicossomática. É autora dos livros: O Poder dos Gatos na Cura de Doenças, Linguagem do Corpo vol. 1, Linguagem do Corpo vol. 2, Linguagem do Corpo vol. 3, Acabe com a Obesidade, A Lei da Afinidade, A Cura pela Meditação, publicados pela Barany Editora, e mais recente O Poder dos Gatos na Cura das Doenças, pela Cairo Editora e o DVD Linguagem do Corpo e Leis Universais.

ENTREVISTA COM CRISTINA CAIRO - Neste workshop, você afirma que quem participar se beneficiará com o autoconhecimento que a linguagem do corpo oferece. Como isso pode acontecer?

Cristina Cairo – Ensinarei as causas psicológicas e emocionais das doenças e também Fisiognomonia, que é o estudo do caráter pelas características do rosto, que revela as características positivas e as que devem ser mudadas na pessoa. Ensino então os caminhos para a mudança comportamental que traz benefícios para todos.
Recentemente você lançou o livro “O Poder dos Gatos na Cura das Doenças”, pela Cairo Editora . O que você argumenta neste livro?

Cristina Cairo – Desmistifico as maldades inventadas contra os gatos e mostro a real função dos felinos em nossas vidas, além de apresentar um tópico com explicações xamânicas sobre os significados de insetos, ratos, que invadem lares. É um livro que clareia os conhecimentos naturais para pessoas que vivem em metrópoles e se distanciaram da natureza. Voltar o contato com ela traz saúde, juventude, alegria de viver  e um cérebro mais ágil e sensível às percepções.

Veja o vídeo:



Serviço :
Workshop 'Linguagem do Corpo' com Cristina Cairo em Salvador
Quando: 19 e 20 de dezembro de dezembro 2015
Horário: Das 10h às 18h
Onde: Casa de Yoga – Alameda dos Eucaliptos, 56, Caminho das Árvores – (71) 3359-0151
Indicação: Maiores de 13 anos
Vestimentas: Roupas brancas ou claras para harmonização do ambiente
Vídeo com entrevista  https://www.youtube.com/watch?v=sKGhpF5ZJFM
Assessoria de Imprensa – Doris Pinheiro – 71 9 8896-5016

HÁ UM VAZIO INCOMPREENDIDO - FICOU A SAUDADE QUE DÓI


Lucymar Soares/Luiz G.Souza Soares

Era noite de domingo do dia 14 de dezembro 
De um ano que passou, 
Mas, parece que não passou...
Não foi um final de semanal normal
Foi terrível
E eu jamais compreendi
E eu jamais aceitei
E eu nunca entenderei
Terei de ir de encontro ao encontro
Da compreensão 
La estará o meu perdão
Eu preciso perdoar 
Eu perdoar?
Haha!
Eu impotente 
Resíduo
Um nada diante do TUDO
Vivo?
Não
Vegeto com lágrimas e risos
Estudo artes
Aprendo malabarismo
O vento vai me levando onde o infinito me espera
Ganhei o que depois perdi
Levou de mim impiedosamente
Depois desse dia
Uma nova alma nasceu 
Uma nova filha surgiu
Agora, sem pai
Condição de fragilidade 
Sem medo
Mas, sem novas lágrimas
As que me restam levarão  
Minha condição de impotente
Me diz o tempo todo
- Eu dito as regras
A Terra roda e leva tudo
Seu dia, também ira chegar
E ainda será pior
Suas lagrimas não cairão
Às claras, não veras quem por ti chora
Foi em uma madrugada como agora
Quando o sol surgiu
Violentamente a impotência me disse
- Ele vai dormir aqui
Todos nos voltamos para casa
Deixaram que trouxéssemos a saudade
Painho, nunca irei  esquecê-lo
Ainda acredito que o verei em algum lugar

14.12.1998
02:35

GENTE QUE BRILHA - CASA DA MÃE - HOMENAGEADA - LIA CHAVES



Serviço 
O que: Gente que brilha  - Casa da Mãe - Homenageada - Lia chaves  
Data : 13/12/15
Local : Casa da Mãe - Rio Vermelho
Horário : das 15:00 ás 22:00.
Valor: 10,00




 Edson Ferreira Organização:










PROCON DIVULGA LISTA DE SITES PERIGOSOS





Com o aumento expressivo de compras pela internet, a Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP) disponibiliza uma página "Evite esses Sites".

O objetivo da lista é evitar que os consumidores tenham problemas ao efetuar compras em páginas não recomendadas. Atualmente já são 406 sites cadastrados.

De acordo com o Procon-SP, a recomendação é de que os consumidores verifiquem a página antes de realizar alguma compra pela internet.

Confira a lista completa:





LANÇAMENTO DO LIVRO LADEIRAS, VIELAS & FARRAPOS


  
skoob.com.br/ladeiras-vielas-e-farrapos-539517ed548813.html




Um conjunto de dezessete histórias que retrata particularidades da capital baiana, mas que apresenta também questões universais. Esta é a mais recente proposta literária do escritor e jornalista Tom Correia. Em seu terceiro trabalho individual, Correia trata ficcionalmente múltiplos aspectos de uma cidade singular, que termina se revelando como um personagem à parte.

Serviço
Livraria Boto cor-de-rosa (Barra)
12/12, 14h
Livro: 28
71 3018-0006


LUZES DE NATAL PODEM ATRAPALHAR A SUA INTERNET SEM FIO




 POR Victor Caputo, de EXAME.COM

A sua decoração de Natal pode estar interferindo na qualidade da rede Wi-Fi da sua casa. As lâmpadas características dessa época do ano podem causar interferência e diminuir a qualidade da internet sem fio.

LuzesThinkstock
O assunto foi levantado pela agência regulatória britânica de telecomunicações (a Ofcom) e causou reboliço na internet. No fundo, não é nenhuma surpresa que isso aconteça.

A rede Wi-Fi funciona enviando sinal em espectro eletromagnético. Nesses espectros, estão ondas de rádio, luzes visíveis e invisíveis, além de micro-ondas. Diversas tecnologias usam esses espaços para funcionar, como telefones, Wi-Fi e radares.

O problema é que, em alguns momentos, essas diferentes tecnologias impactam o campo do espectro usado por outras-o que implica interferência.

A Ofcom explica que o problema das luzes de Natal são seus fios sem isolamento. Na enorme maioria, os cabos não têm blindagem para evitar que a radiofrequência escape e cause interferência na rede de internet sem fio.

É importante lembrar que diversas outras coisas podem causar uma piora na rede Wi-Fi. Entre elas uma aparelho micro-ondas, babá-eletrônica e até mesmo fiação doméstica mal instalada.

Em um texto, Andrew Smith, professor de redes da Open University, explica que as luzes de Natal não devem ser uma grande preocupação. "Seria preciso ter uma quantidade considerável de luzes para criar interferência suficiente para prejudicar seriamente sua rede Wi-Fi", explica ele.

Ele diz que é preciso levar algumas coisas em consideração na hora de escolher o local do roteador. Não é uma boa ideia colocar o aparelho em locais fechados, que podem causar isolamento, por exemplo.

Outra ideia ruim é decorar o roteador com luzinhas. "Mas não precisa sair correndo para jogar sua iluminação no lixo. O Natal está chegando, afinal de contas."

COLETIVO DAS LILITHS APRESENTA: LADY LILITH




Lilith, a primeira mulher de Adão, é também a primeira a se rebelar contra a posição de submissão designada a ela. Sua trajetória serve como mola propulsora para o desenvolvimento do espetáculo, que através das cenas faz críticas e denuncia a submissão da mulher perante ao machismo e hierarquização dos gêneros. Em cena, quatro atores se apropriam desta narrativa para trazer à tona através de seus corpos, discussões que permeiam a comunidade LGBTT, tais como a afirmação das identidades de gênero, o respeito às diferenças, combate a violência contra as minorias e o respeito às diversas formas de expressões da sexualidade. 
Dividido em quatro atos, os atores encenam: O Nascimento de Lilith - A Primeira Relação Sexual com Adão - A Fuga do Jardim do Éden para o Mar Vermelho – A  Decisão de Ficar no Mar Vermelho. 


Coletivo Das Liliths volta à cartaz com o espetáculo “Lady Lilith” em Lauro de Freitas (BA)
Após a estreia em 2013, e a realização de curtas temporadas em 2014 na cidade de Salvador,  o espetáculo Lady Lilith volta à cartaz através da realização do Projeto Lady Lilith Ocupação. Desta vez, o espetáculo passará por quatro cidades baianas, e segue o trajeto iniciado em Simões Filho, apresentando-se em Lauro de Freitas nos dias 16 e 17 de Dezembro (Quarta e Quinta). Além do espetáculo, haverá ainda a realização de um Debate com os espectadores após a sessão do dia 16/12, e será ofertada a Oficina 'Introdução às Técnicas de Improvisação Teatral'no dia 17/12, das 14 às 18 horas.

Lilith, a primeira mulher de Adão, é também a primeira a se rebelar contra a posição de submissão designada a ela. Sua trajetória serve como mola propulsora para o desenvolvimento do espetáculo, que através das cenas faz críticas e denuncia a submissão da mulher perante ao machismo e hierarquização dos gêneros. Em cena, quatro atores se apropriam desta narrativa para trazer à tona através de seus corpos, discussões que permeiam a comunidade LGBTT, tais como a afirmação das identidades de gênero, o respeito às diferenças, combate a violência contra as minorias e o respeito às diversas formas de expressões da sexualidade. 
Dividido em quatro atos, os atores encenam: O Nascimento de Lilith - A Primeira Relação Sexual com Adão - A Fuga do Jardim do Éden para o Mar Vermelho – A  Decisão de Ficar no Mar Vermelho.



Serviço
Onde: Cine Teatro Lauro de Freitas 
Endereço: Praça João Tiago dos Santos, S/N - Centro
Dias: 16 e 17de Dezembro de 2015 (Quarta e Quinta)
Horário: 20h
Valor do Ingresso: Entrada franca!
Classificação: 16 anos
Contatos : Thiago Carvalho (71) 99159-0282
Email: thiagopftc@homail.com
Realização: Coletivo das Liliths

OFICINA: Introdução às Técnicas de Improvisação Teatral

Dia: 17/12/2015 – Quinta-feira
Horário: 14 às 18 horas
Público-alvo:Livre para públicos à partir dos 14 anos
Limite de Participantes: 20 pessoas

Ementa: A vivência é voltada para diversos públicos e faixas etárias e visa a aplicação de jogos de improviso, atividades de integração, princípios básicos de dramaturgia corporal e exercícios de preparação vocal e dicção.


FICHA TÉCNICA:

Encenação: Georgenes Issac
Elenco: Heyder Moura, Heron Sena, Ricardo Andrade e Thiago Carvalho 
Músicos: Tomaz Mota e Omar Leoni 
Iluminação: Thiago Silva 
Figurino e Maquiagem: Coletivo Das Liliths
Fotografias: Diney Araújo, Cleiton Libra e João Pedro Matos.
Design Gráfico: Thiago Romero
Coordenação de Produção: Thiago Carvalho
Assistentes de Produção: Ricardo Andrade e Rodrigo Brito

LANÇAMENTO DA REVISTA ORGANISMO





A revista de literatura organismo surge com o compromisso de constituir-se como locus de produção e circulação da literatura baiana e brasileira, mas também, de crítica. Para isso propõe, inicialmente, diálogos em duas vertentes na cena local: primeiro, possibilitar e visibilizar os cruzamentos, agrupamentos, enlaçamentos e tensões das diferentes vertentes da literatura local; segundo, estender esse diálogo às mais diversas correntes e aos muitos espaços da literatura brasileira contemporânea. 

Jorge Augusto, que coordena o projeto, informa que a revista tem edição itinerante, em cada número um  convidado assume o papel de organizar a edição: poetas, jornalistas, pesquisadores, professores, de diferentes ambientes e direcionamentos estéticos irão propor o que para eles é mais significante no atual momento da nossa literatura. 

A ideia de não ter um editor fixo, completa o editor da organismo, “busca ter, ao fim de dez edições, uma cartografia da produção literária local (em diálogo sempre para fora), evidenciando as diversas direções, inclinações ético-estéticas de nossa produção, mas também, auxiliar na formação de uma crítica consistente sobre obras e sujeitos que compõem essa cena”.

A revista tem uma especificidade: as páginas são destacáveis, fazendo com que cada leitor edite seu próprio exemplar, e possa montar, ao longo da coleção, seu número exclusivo. Esse procedimento será incorporado no último número da revista, quando deverá ser publicado um número proposto por um desses leitores.

Os dois números, que serão lançados no dia 17 de dezembro, às 18h, no auditório do Instituto Cervantes de Salvador, são organizados por Jorge de Souza Araújo (organismo entrevistas) e Alex Simões e Ederval Fernandes (organismo nº 1 – poemas). 

As edições contam com a presença de escritores e críticos como: Daniela Galdino, Antônio Torres, João Filho, Aline França, Carlos Barbosa, Rita Santana, Sílvio Roberto, Ângela Vilma, Marcus Vinícius e Állex Leila, entre muitos outros.  

O evento é aberto ao público, e contará com “bate-papo-reto”, com Jorge Augusto e Jorge de Souza Araújo e com a “poeformance leia-se” apresentada por Alex Simões. 

As revistas serão vendidas em uma embalagem constituinte da estrutura que possibilitará o reagrupamento dos poemas selecionados pelo leitor, e custará R$ 32,00 o pacote com as duas edições. 

ELES ESTÃO NA ANTOLOGIA MEMÓRIAS - JEOVÁ VIEIRA - LENE MUNIZ - JOÃO CARLOS GAMA



Jeová L. S. Vieira nasceu em Gavião – BA (1939). No dia 1º de janeiro de 1957, deixou sua terra natal para conseguir sua verdadeira cidadania – voluntariamente, através da Aeronáutica - servindo a Pátria até 1959, ano em que ingressou na Petrobrás. Depois do AI5 - 1968 (no Regime Militar), mesmo em estado depressivo, cursou Direito na UCSAL (1975). Aposentado, hoje dedica seu tempo cuidando – só agora – de sua saúde física e escrevendo suas memórias fazendo analogia com dados coletados em jornais, revistas, periódicos, rádio, tv enfim todos os meios de informações disponíveis que em algum caminho, se cruzam. (Texto escrito em 26/05/2009) Salvador – Ba



Escritora Lene Muniz é membro da Academia de Letras, Música e Artes da Bahia, integrante do Dicionário de Escritores Contemporâneo da Bahia, pedagoga, contadora, poetisa, autora de 10 de livros.  entre eles “Educação: o grande segredo” e de vários artigos.  Também participou do livro LiterarteCelebra Bahia. Ganhou o troféu Pensando Educação 2015, pela ABRASA. 



João Carlos Gama, conhecido como Gama é inscrito na OAB, reformado da PM/BA, nasceu em  Jeremoabo/BA, terra do nordeste  brasileiro, onde não chove e a mata é verde, onde as árvores não dão encosto e nem sombra, sem embuste, onde não  é não e o sim é sim. Gama é um amante dos livros e de músicas eruditas.



ALMAS VELHAS, ALMAS SENSÍVEIS




Já lhe disseram que você parece mais maduro do que as outras pessoas da sua idade? Ou o contrário? Você já deve ter ouvido falar de “almas velhas” e “almas novas,” de acordo com o nível de inteligência, sensibilidade, intuição ou relação com a época em que vivem.

Desses dois conceitos, o que chama mais a atenção é talvez o de “almas velhas”. A origem desta expressão se deu na religião taoísta (com mais de cinco mil anos de idade e originária da China). De acordo com suas crenças, a alma deixa o Tao, a unidade global e natural e adquire experiências diferentes.

Como os taoístas acreditam que tudo deve voltar à sua origem, o objetivo final da alma é uma viagem de volta ao Tao, com todo o conhecimento e experiências adquiridas nesta vida. Para alcançar a perfeição, a alma passa por cinco idades.

Neste caso, a pessoa possui níveis mais elevados de percepção, é diferente dos demais, porque é mais espiritualizada, está preocupada em encontrar o seu “lugar no mundo”, acredita ser parte de algo muito maior e seu principal objetivo é alcançar a satisfação interior.

Os taoístas acreditam que muitos filósofos, cientistas e artistas são almas velhas que escolhem essas profissões como uma forma de se sentirem mais à vontade. Vale a pena ressaltar que essas almas gostam de aprender e muitas vezes desafiam “a ordem estabelecida” baseada em suas próprias experiências.



Almas velhas

Cinco aspectos das “almas velhas”
– Eles têm um elevado grau de maturidade. Desde pequenos se diferenciam porque não se encaixam no mundo das crianças. Ficam entediados com os jogos estabelecidos para sua idade, querem livros mais complexos, pois as histórias são muito básicas. Têm atitudes de uma pessoa mais velha, chegam a conclusões que seus pais não conseguem. Tudo isso devido a um grau de raciocínio muito maior do que o considerado “normal”.


– Gostam de ficar sozinhos e de qualquer exercício relacionado à introspecção. As “almas velhas” não precisam de companhia, seu universo interior lhe basta. Aproveitam seu tempo livre para meditar, reconhecer os seus sentimentos e ler sobre temas “profundos”. São muito tranquilos e introvertidos. Alguns podem até considerá-los tímido, mas na realidade estão completamente absorvidos pelo seu interior.




Almas velhas

– Apreciam as coisas simples. Uma alma velha tem uma espiritualidade forte e só faz aquilo que gosta. Trabalham com algo que os faça felizes e realizados. Esforçam-se para dominar um assunto e estão sempre mudando de atividade. Por quê? Porque encontram mais prazer no caminho do que no objetivo final.

– Têm a intuição muito desenvolvida e se deixam guiar por ela. Observam tudo nos mínimos detalhes e têm a capacidade de formar imagens completas em suas mentes. Enquanto a maioria das pessoas veem um bosque com muitas árvores, a alma velha vê todas as espécies vegetais e animais, o solo, o céu, o vento e muito mais. Nada passa despercebido; ela pode analisar uma pessoa ou uma situação com todos os detalhes sem errar.

– São muito sensíveis. Têm um elevado nível de empatia e conseguem se colocar no lugar dos outros, compreendê-los e ajudá-los. Têm a capacidade de perdoar, deixar ir o que é ruim e dar conselhos sem julgar.

Finalmente, seria bom destacar também as desvantagens de ter nascido com uma alma velha:

– Não tem afinidade com pessoas da sua idade, gosta de se relacionar com pessoas mais velhas.

– Acredita que está desconectado do mundo. Não partilha dos mesmos pontos de vista de seus entes queridos.

– Pode ficar deprimido e ter problemas de autoestima. É perfeccionista e se julga com muito rigor.

Você conhece alguma “alma velha” ou acredita que você mesmo possa ser uma delas?

Texto original em espanhol de Yamila Papa


BANDA ATTEMPORAIS - PARQUE DE EXPOSIÇÃO DA BAHIA




A banda ATTEMPORAIS homenageia o rei do baião com o tributo a Luiz Gonzaga
o Mestre Lua, para aqueles que admiram a cultura nordestina e
nossa homenagem é um reconhecimento de um
dos artistas mais expressivos do Brasil.
___________________________________
SHOW ATTEMPORAIS
DIA 04
20:00 H

PARQUE DE EXPOSIÇÃO DA BAHIA








WANDERLÉA CANTA SUCESSOS DA JOVEM GUARDA NA CAIXA CULTURAL SALVADOR


A Caixa Cultural Salvador recebe o show de Wanderléa revisitando os clássicos que a consagraram e comemorando os 50 anos da Jovem Guarda completados este ano. A eterna Ternurinha (apelido que ganhou do Rei Roberto Carlos e que virou seu codinome) se apresenta de 10  a 13 de dezembro, no pátio externo, às 20h (quinta-feira a sábado) e às 19h (domingo).

No repertório, canções que ficaram famosas em sua voz, como “Foi Assim” (Ronaldo e Roberto Côrrea), “Ternura” (Roberto Côrrea e Donaldson Gonçalves), “Prova de Fogo” (Erasmo Carlos), “Pare o Casamento” (Resnick e Vitor Yong, versão Luis Keller) e também inclui canções do seu período pós–jovem guarda, como “Back in Bahia” (Gilberto Gil), “Kriola” (Hélio Mateus)e “Você Vai Ser o Meu Escândalo” (Roberto e Erasmo Carlos).






Wanderléa consolidou sua carreira no Brasil, onde o público a elegeu como Rainha do maior movimento musical que já ocorreu no país, a Jovem Guarda, tornando-se referência comportamental dos adolescentes dos anos 60, já que sua atitude além de tudo o que vestia, usava e cantava virava moda. Reverenciada como musa e ícone de sua geração, Wanderléa continua se apresentando com muito glamour e vigor, emocionando diversas gerações com seu talento e carisma incontestável.


Serviço
Espetáculo Musical: “Show com Wanderléa”
Período: de 10  a 13 de Dezembro de 2015 (quinta-feira a domingo)
Horário: às 20h (quinta-feira a sábado) e às 19h (domingo)
Local: Caixa Cultural Salvador (Rua Carlos Gomes, 57, Centro. Salvador/ BA)
Ingressos: R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia), vendidos na bilheteria da Caixa Cultural Salvador a partir das 9h do dia 10 de dezembro
Informações: (71) 3421.4200
Classificação indicativa: Livre