MAPA DA PALAVRA.BA SERÁ LANÇADO DURANTE A FLICA




   Durante a Festa Literária Internacional de Cachoeira, o secretário Jorge Portugal faz             anúncio do projeto de mapeamento que vai incentivar a Literatura na Bahia
                                                                                      
Identificar artistas da palavra nos 27 territórios de identidade da Bahia e ajudar a divulgar suas produções estão entre os objetivos do Mapa da Palavra.BA. O projeto será lançado pelo secretário de Cultura do Estado da Bahia, Jorge Portugal, durante a Festa Literária Internacional de Cachoeira (FLICA), que acontece de 14 a 18 de outubro. O anúncio acontece no dia 16 de outubro, sexta-feira, às 10h, na abertura da mesa Versos Diversos, que irá reunir as autoras baianas Clarissa Macedo e Rita Santana. O projeto – que prevê o lançamento de uma plataforma virtual - também será apresentado na Sala Milton Santos, da Casa Educar para Transformar, no mesmo dia, das 11h às 14h.

“Esse mapeamento é fundamental para conhecermos quem faz a nossa cultura e, a partir daí, aprimorar nossas políticas públicas em uma área tão importante como a Literatura. Iremos identificar escritores, poetas, cronistas, recitadores e cordelistas que encantam através da palavra”, afirma Jorge Portugal. Realizado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura da Bahia (SecultBA), o Mapa da Palavra.BA inicia no dia 16 de outubro a etapa de cadastramento, que segue até 14 de março de 2016. Escritores que atuam nos 27 territórios de identidade do estado ou baianos que residem fora podem se inscrever.

“O Mapa da Palavra.BA busca abarcar a literatura em sua complexidade, incluindo perspectivas artísticas, econômicas, sociais, entre outras, para conhecer esta realidade mais aprofundadamente e, a partir daí, propor metas e estratégias ao Plano Setorial de Literatura do Estado. Para isso, é imprescindível conhecer o segmento a partir das informações coletadas de seus criadores e fazedores”, destaca Fernanda Tourinho, Diretora da FUNCEB. Após o período de inscrições, as próximas etapas são a seleção das produções literárias e o lançamento da plataforma virtual do projeto, com biografias e produções literárias dos artistas da palavra. Na sequência, serão realizadas quatro publicações virtuais e/ou impressas das obras de artistas selecionados.

O mapeamento surgiu a partir das experiências de outras linguagens artísticas, na FUNCEB, e da necessidade de compreender, de forma mais sistemática, como o setor da Literatura tem feito suas produções e, conseqüentemente, quais seriam as políticas de fomento à Literatura que poderiam ter maior eficácia.

Quantos são os escritores no Estado? 

“A construção deste mapeamento é uma possibilidade de gerar um documento muito importante para estruturação de um espaço de criações e produções e uma possibilidade de reconhecimento de nossa produção literária, possibilitando a identificação de textos e contextos, inovações e tradições, além de iluminar a produção literária que existe no Estado e, por questões de distanciamentos diversos, encontra-se fora das rotas de leitura e acesso”, considera Karina Rabinovitz, Coordenadora de Literatura da FUNCEB.

O cadastramento do Mapa da Palavra.BA estará disponível de forma democrática e participativa e buscará identificar autores e suas produções artísticas com foco literário ou na transversalidade entre Literatura outras linguagens artísticas. Através do chamamento público, os artistas da palavra (escritores, poetas, ensaístas, performers, cronistas, recitadores, quadrinistas, cordelistas, entre outros) poderão se cadastrar, apresentando parte de sua produção literária.

A partir deste cadastramento, a Coordenação de Literatura da FUNCEB terá uma visão panorâmica desta cartografia literária do Estado, seus agentes e produtos, e terá como base esse mapeamento, para auxiliar nas propostas de políticas públicas de fomento à Literatura. Por fim, será realizada uma seleção de produções literárias, para compor a plataforma virtual do projeto, com a possibilidade de futuras publicações, com o intuito de contribuir na difusão da Literatura Baiana. A plataforma virtual que será conseqüência deste mapeamento será uma espécie de prisma, refletindo diversos agentes literários, suas distâncias e proximidades, complementaridades e antagonismos, contribuindo para um maior conhecimento das singularidades e expressões de várias realidades literárias, dentro de um mesmo Estado.

Além do lançamento oficial na Flica, durante a abertura da mesa Versos Diversos e no espaço da SecultaBA, o Mapa da Palavra.BA será apresentado em Porto Seguro, Juazeiro, Barreiras, Santo Amaro, Alagoinhas e Salvador, com apoio da Diretoria de Espaços Culturais da SecultBA, Secretaria de Cultura do Município de Santo Amaro, Universidade do Estado da Bahia/ UNEB Campus IX.

Nesta edição, o Governo do Estado ampliou sua atuação na Flica, com a participação articulada de diferentes secretarias e órgãos para o desenvolvimento de atividades relacionadas às áreas de educação, cultura e turismo. A maior parte da programação vai acontecer no Espaço Educar para Transformar, localizado em frente à Câmara Municipal de Cachoeira. Lá, o público poderá conferir lançamento de livros, exposições, contação de histórias e saraus, entre outros eventos. O governo também é um dos responsáveis pela viabilização da festa, através do programa de incentivos fiscais Fazcultura, uma parceria das secretarias estaduais de Cultura e da Fazenda. O evento conta, ainda, com patrocínio da Coelba e da Oi e apoio cultural da Oi Futuro, da Prefeitura Municipal de Cachoeira, do Sebrae e da Odebrecht.

Como participar?

As inscrições serão abertas no dia 16 de outubro de 2015 e seguem até 14 de março de 2016, através do sistema online (www.fundacaocultural.ba.gov.br/mapadapalavra/inscricao) ou via material físico a ser enviado pelos Correios, conforme regulamento.
O Mapa da Palavra.BA é uma iniciativa da Coordenação de Literatura/Diretoria das Artes (Dirart) da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado (SecultBA).

Para qualquer dúvida, entre em contato com a Coordenação de Literatura da FUNCEB, através do email (literatura.funceb@gmail.com) ou telefone (71 3324-8507). No site do projeto (www.fundacaocultural/mapadapalavra), é possível ler o Edital e ter acesso aos anexos.

Lançamento do Mapa da Palavra.BA:
16 de outubro de 2015, Cachoeira/BA
Local: Convento do Carmo (na programação da Flica)
Horário: 10h
Local: Sala Milton Santos, da Casa Educar para Transformar
Horário: 11h às 14h

Programação de apresentações do Edital Mapa da Palavra.BA
17 de outubro de 2015, Porto Seguro/BA
Local: Sala Principal do Centro de Cultura de Porto Seguro (na programação da VII Semana Literária de Porto Seguro)
Horário: 20h
27 de outubro de 2015, Juazeiro/BA
Local: Sala Multiuso 1 do Centro de Cultura João Gilberto
Horário: 18h
10 de novembro de 2015, Barreiras/BA
Local: Sala de vídeo do Campus IX da UNEB - Universidade do Estado da Bahia
Horário: 18h
13 de novembro de 2015, Santo Amaro/BA
Local: Auditório do NICSA - Núcleo de Incentivo a Cultura de Santo Amaro (na programação doIntegração Cultural)
Horário: 17h
18 de novembro de 2015, Alagoinhas/BA
Local: Sala multiuso 01, Centro de Cultura de Alagoinhas, Alagoinhas.
Horário: 14h

21 de novembro de 2015, Salvador/BA
Local: Sala de multiuso, DIMAS, Salvador.
Horário: 15h
 ------------------------------------------------------
Assessoria de Comunicação
Fundação
Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB
asc.FUNCEB@gmail.com | (71) 3324-8565
Claudia Pedreira – claudiapedreirajornalismo@gmail.com | (71) 8879-7994

Comentários