PARTICIPAÇÃO DE LUCYMAR SOARES - COLETÂNEA LITERÁRIA EM HOMENAGEM À MULHER





Com total apoio da Alubra – Academia Luminescência Brasileira, a editora OAK Books está lançando a Coletânea Literária “Universo Mulher”. Trata-se de uma iniciativa que objetiva valorizar o talento e a sensibilidade femininas, com lançamento programado para o início de março, lembrando que no dia oito comemora-se o Dia Internacional da Mulher. 

O livro é composto por textos de autoras consagradas, além de novos talentos que emergem no cenário nacional. Grandioso e envolvente, “Universo Mulher” também traz uma série de textos de autores renomados, homenageando as mulheres com textos repletos de carinho e reconhecimento quanto a importância da participação feminina em todos os setores da sociedade, incluindo um histórico das conquistas obtidas pelas mulheres ao longo dos tempos. 

O livro “Universo Mulher” estará disponível no portal virtual do Clube de Autores: www.clubedeautores.com.br. Vale a pena conferir e deliciar-se com poemas, contos e crônicas de alta qualidade. 

Mais informações no site: www.oakeditora.com.br





Participação de Lucymar Soares ( Cymar Gaivota) 



Lucymar dos Santos Soares, pseudônimo Cymar Gaivota, é mineira de Serra dos Aimorés, residente na Bahia (Argolo - Município de Nova Viçosa) desde criança. Mudou-se para Salvador em 1989. Jornalista (Faculdade da Cidade), poeta, blogueira, fotógrafa divulgadora cultural, documentarista, Membro da Academia de Cultura da Bahia, Ex Secretária da UBESC – União Baiana de Escritores, autora dos livros Nas asas da gaivota ( 2012)  e Quando o amor faz feliz (lançado a bordo do Barco Fila Baia na Baia de Todos os Santos em 2013). Em 2006 publicou o livro de poesia Cicatrizes na comunidade de Cajazeira XI com o apoio do Conselho de Moradores do qual  fez parte da diretoria por 12 anos ( trabalho voluntário) . Cymar participou de algumas Antologias Organizadas por Valdeck Almeida, Carlos Yeshua, Sandra Stabille, Fala Escritor, Ivan de Almeida (Cogito Editora), Celeste Farias e Leandro Flores. Em 2011, foi selecionada com a poesia “DAR-TE-EI” pelo “Prêmio Elisa Lucinda, Concurso de Poesia dos Bancários III”. Organizou junto a Cogito Editora a Antologia Solilóquio com 30 escritores e lança esta antologia ( Antologia Memórias) com 43 escritores.

ANTIBIÓTICO PODE SER FABRICADO A PARTIR DE BARBA




A solução para a crise das bactérias resistentes aos antibióticos pode estar na barba


POR Ana Luísa Fernandes 
As barbas estão em alta: 55% da população masculina mundial é adepta aos pelos faciais. Além da aparente moda que circula por aí, você tem um novo motivo para cultivar a sua: elas abrigam bactérias benéficas, que podem dar a origem a novos tipos de antibióticos.

Um estudo publicado no Journal of Hospital Infection mostra uma pesquisa realizada em um hospital, analisando 408 funcionários com e sem barba. O resultado? Os homens que faziam a barba tinham três vezes mais chances de carregar nas bochechas a MRSA (Staphylococcus aureus resistente à meticilina), bactéria resistente a vários tipos de antibióticos. Eles também tinham 10% mais chances de ter colônias de Staphylococcus aureus na face, uma outra bactéria relacionada a infecções na pele e respiratórias, além de intoxicação alimentar.

Segundos os cientistas, pode ser que isso aconteça por causa das micro lesões causadas pelas lâminas de barbear, que podem facilitar a colonização de bactérias e sua proliferação. Mas também pode ter um outro motivo: em uma análise separada, o microbiologista Adam Roberts, da University College London, conseguiu cultivar mais de 100 diferentes tipos de bactérias a partir de amostras de barba. Ele testou uma contra a bactéria Escherichia coli, que causa infecções urinárias. A E.coli foi eliminada com eficiência.

Essas descobertas são importantes principalmente porque os antibióticos que temos hoje estão se tornando ineficazes, devido à resisência cada vez maior das bactérias. Infecções causadas por esses micróbios que não podem ser combatidos pelos remédios que temos hoje matam, pelo menos, 700.000 pessoas por ano. Até 2050, esse número pode aumentar para 10 milhões de pessoas. Esse quadro tende a piorar porque, nos últimos 30 anos, não tivemos nenhum antibiótico novo. É melhor pensar duas vezes antes de usar o barbeador.


TEATRO - UMA NOVA DINÂMICA PARA O MOLIÈRE



O projeto de residência artística do Teatro Molière é desenvolvido, a partir de janeiro, pela Guilda de Artistas, um coletivo de atores, músicos, palhaços, artistas circenses, dramaturgos, encenadores e suas respectivas companhias.  

A Guilda de Artistas tem como objetivo a cooperação mútua entre artistas, dividindo as responsabilidades e atividades. Formada inicialmente por Luciana Comin, Marconi Araponga, Paulinho Oliveira e Teresa Costalima, visa dinamizar o Molière, assim como os espaços adjacentes, promovendo uma diversificada programação artística.

EVENTO
Bailinho de Carnaval para toda família
Dia 31, o Teatro Molière e a Aliança Francesa, na ladeira da Barra, se preparam para receber um animado Baile de Carnaval, numa proposta da Teca Teatro, em parceria com a Guilda de Artistas. Serão três horas de música, fantasia, diversão e muita troca entre pais e filhos, a partir das 16h.

Uma proposta lúdica, para relembrar também a tradição dos bailes carnavalescos e convidar crianças e adultos a se integrarem brincadeiras, cores e ritmos. A proposta é que todos possam se fantasiar e participar do concurso para eleger a melhor roupa, contar com animadores, bandinha de Carnaval, pinturas de rosto, além das mais variadas atividades para o público.





Serviço
Bailinho de Carnaval neste domingo
Quando: 31/01/2016 (domingo)
Onde: Teatro Molière Aliança Francesa (Ladeira da Barra)
Quanto: R$ 65,00 (antecipado adulto+criança) e R$ 80,00 (no dia) / R$35,00 (individual antecipado) e R$ 50,00 (no dia)
Horario:  16h às 19h
Informações: 71 9352 1312  teatromolieresalvador@gmail.com  (Luciana)
Classificação: Livre

Ficha Técnica
Realização: Teca Teatro e  Guilda de Artistas




TEATRO
Muita diversão com Típicos nos fins de semana

Aos sábados e domingos de janeiro, o público de Salvador poderá prestigiar a comédia Típicos, em cartaz sempre às 20h, no Teatro Molière – Aliança Francesa. Mostrando o dia-a-dia de um típico casal da classe média baiana, a comédia faz rir com as aventuras e desventuras destes jovens desde o primeiro encontro. 

O texto e a direção são assinados por Teresa Costalima e, em cena, os atores Clarissa Napolli e Diogo Baleeiro vivem situações típicas de casais, passando por divergências estético-comportamentais entre os gêneros até interferências da sogra, obsessão masculina pelo futebol, diferença entre as percepções de um mesmo fato e a indefectível toalha molhada em cima da cama. 

Na peça, Clarissa Napolli vive Bel, estudante de arquitetura. Ela conhece Rubens (vivido por Diogo Baleeiro), um “arrojado estudante de publicidade”. Apaixonam-se num primeiro encontro, moram juntos, brigam, vivem novas experiências, brigam, separam e voltam a namorar. O grande charme do espetáculo fica por conta da versatilidade dos atores, que interpretam diversas etapas da vida das personagens, se revezando também em diversos personagens.  

Serviço
Temporada de Típicos no Teatro Molière
Quando: 30 e 31/01/2016 (sábado e domingo)
Onde: Teatro Molière Aliança Francesa (Ladeira da Barra)
Quanto: R$ 40,00 e R$20,00 (meia)
Horario:  20h


Informações: https://www.facebook.com/T%C3%ADpicos-1100502043315124/ https://www.youtube.com/watch?v=6RcukxL0hE4
https://www.facebook.com/teatromolieresalvador/?fref=ts
https://m.youtube.com/watch?v=wBpOnxgtpAY https://m.youtube.com/watch?v=JWuVY1iwtu4
https://m.youtube.com/watch?v=41X-XXRjjSk
Classificação: 14 anos

Ficha Técnica
Texto e direção: Teresa Costalima
Atores: Clarissa Napolli e Diego Baleeiro
Realização: Guilda de Artistas
Produção Executiva: Feijão de Corda Produtora



TEATRO INFANTIL
Contos de Fadas, Bichos e Gente para as crianças

Apresentar contos da tradição oral brasileira, com histórias que se perdem no tempo e passaram por diversas transformações. Esta é a proposta do espetáculo Conto de Fadas, Bichos e Gente, em cartaz no Teatro Molière – Aliança Francesa, a partir do dia 23, 17h.

A diretora Teresa Costalima tomou como ponto de partida a coleção “Histórias á Brasileira” de Ana Maria Machado, onde a conhecida autora de histórias para criança reconta enredos ouvidos na sua infância como: A festa no céu, O casamento de D. Baratinha, A Moura torta, Pimenta no cocuruto, João Bobo e outras. 

Foram somadas às historias, cantigas de rodas, trava-línguas, parlendas e charadas. O projeto foi desenvolvido em aulas de improvisação para teatro no Curso Técnico-profissionalizante: Formação de ator, principal atividade do Sitorne Estúdio de Artes Cênicas, escola que se dedicou por vinte anos a formação de artistas.    

Em Contos de Fadas, Bichos e Gente o elenco é sorteado na hora da cena e através de jogos de improvisação contam as histórias, que servem como roteiro, revezando-se entre os personagens, narração e canto. Cada personagem dos contos foi associado a um dos tipos fixos da Commedia Dell ´arte e composto a partir de desenhos corporais e vocais, com o uso mínimo de elementos de cena como chapéus e capas. As crianças são convidadas a participar, interferindo na trama e contribuindo com a construção das cenas, criando assim, um espetáculo diferente a cada dia.





Serviço
Temporada de Contos de Fadas,Bichos e Gente no Teatro Molière
Quando: 30/01/2016 (sábado) 
Onde: Teatro Molière Aliança Francesa (Ladeira da Barra)
Quanto: R$ 40,00 e R$20,00 (meia + lista amiga)
Horario:  17h
https://www.facebook.com/teatromolieresalvador/?fref=ts
Classificação: Livre
Contatos: (71) 88817228 (Teresa)

Ficha Técnica
Direção: Teresa Costalima
Elenco: Gabriel Nascimento, Carol Barletta, Roberto Mezzottino, Lorena Bastos
Realização: Guilda de Artistas


OFICINAS
Cursos de verão no Teatro Molière

A Guilda de Artistas traz ao Teatro Molière – Aliança Francesa, no mês de janeiro, várias opções de oficinas artísticas. Improvisação para teatro com Teresa Costalima, A Arte de falar com Mariana Freire, Fazendo arte – Atividades integradas para crianças com Luciana Comin e Teresa, Dança aérea em tecido para crianças com Naia Pratta, Minicurso de vídeo para crianças e adolescentes, com Alex Souzan e ainda Sapateadopara crianças e adultos, com Rachel Cavalcanti. Os horários e valores variados, mas todos tem como premissa principal o desenvolvimento da apreciação artística, o encontro com novas possibilidades criativas, além da expansão da consciência corporal em todos os sentidos.

No curso Improvisação para o Teatro a atividade é essencialmente prática e visa oferecer ao ator o treinamento e a instrumentalização em teatro improvisacional. A oficina é estruturada a partir da utilização de técnicas variadas, abordando o conceito de composição de história (ambientação, personagem, conflito, resolução), noção de objetivo, status cênico e estados emocionais. Não é necessária experiência anterior. Serão dois grupos, um para adolescentes de 12 a 16 anos, com aulas terças e quintas das 16h às 18h; outro para adultos a partir de 16 anos, das 18h às 20h. São 12 horas de aula com Teresa Costalima.

Em A Arte de Falar de Mariana Freire e mediação de Carolina Pazos, os participantes terão contato com o maior projeto de vida da atriz, que é ajudar as pessoas a falar de forma mais criativa. “Por isso, desenvolvi o Projeto A Arte de Falar - Por uma Comunicação Criativa que agrega teatro, canto e fonoaudiologia, cuidando da voz, da fala e da comunicação. Falar é uma arte” – explica Mariana.

Naia Pratta traz sua experiência circense também para o Teatro Molière, num curso Dança aérea em tecido para crianças. Ela é palhaça, atriz, pratica acrobacia aérea desde 2012 e dá aula pra crianças desde 2010, “Dancei ballet e Jazz por seis anos. Graduei em Licenciatura em Teatro e fiz Pós graduação em Estudos Contemporâneos em Dança, ambos na UFBA” – informa a artista, que ministrará aulas segundas e quartas, das 16h às 17h30, com opções para quatro ou oito aulas, aulas experimentais e avulsas.

Fazendo arte – Atividades integradas para crianças é uma proposta de Luciana Comin, atriz, diretora e autora que há muito tempo desenvolve trabalhos para crianças de várias idades junto ao seu grupo Teca de Teatro, em parceria com Teresa Costalima. As atividades vão acontecer às segundas, quartas e sextas, de 14:30 às 17h. “Segundas e quartas teremos atividades de teatro, maquiagem, histórias assombradas, máscaras, e brincadeiras, como caça ao tesouro, ateliê de pintura e criação de histórias a partir de fotos. As sextas, teremos cineminha com pipoca gratuito” – resume Luciana.

Já o curso Minicurso de vídeo para crianças e adolescentes ou Como criar histórias em vídeo com o celular, tablet e câmeras fotográficas, de Alex Souzan, dá a chance para os alunos serem cineastas por alguns dias. O diretor e produtor audiovisual  irá preparar crianças e adolescentes para roteirizar, filmar e editar suas histórias gravadas com celular, tablet e câmera fotográfica.  E o resultado da criatividade dos filhotes poderá ser visto pelos pais, que receberão um pendrive com o material produzido. 

Ainda, o Sapateado para Crianças e Adultos conta com toda a experiência da professora Rachel Cavalcanti, que há muitos anos desenvolve técnicas específicas da área, com seus cursos em Salvador. Sempre às terças e quintas.

Serviço
Cursos de Verão no Teatro Molière

Improvisação Para Teatro – Teresa Costalima

Quando: terças e quintas de janeiro 2016
Horário:  16h às 18h (12 a 16 anos) / 18h às 20h (maiores de 16 anos)
Onde: Teatro Molière Aliança Francesa (Ladeira da Barra)
https://www.facebook.com/teatromolieresalvador/?fref=ts
Contato: (71) 88817228 (Teresa)

Dança Aérea em Tecido para Crianças – Naia Pratta

Quando: segundas e quartas de janeiro 2016
Horário:  16h às 17h30 (a partir de 7 anos) 
Onde: Teatro Molière Aliança Francesa (Ladeira da Barra)
https://www.facebook.com/teatromolieresalvador/?fref=ts
Contato: (71) 992541163 (Naia)

A Arte de Falar – Mediadoras: Mariana Freire e Carolina Pazos

Quando: Tema 1: Escutar e Falar  24/01 (domingo)/ 
Tema 2: Improvisando a Fala: 31/01 (domingo)
Horário:  8h30 às 12h30 (12 a 16 anos) / 13h30 às 17h30 (maiores de 16 anos)
Onde: Teatro Molière Aliança Francesa (Ladeira da Barra)
https://www.facebook.com/teatromolieresalvador/?fref=ts
https://www.facebook.com/ArteDeFalar/
Contato:(71) 9932-0685 / artedefalar8@gmail.com (Mariana)


Fazendo arte – Atividades integradas para crianças – Luciana Comin + Teresa Costalima

Quando: segundas, quartas e sextas  - 14h30 às 17h
Onde: Teatro Molière Aliança Francesa (Ladeira da Barra)
https://www.facebook.com/teatromolieresalvador/?fref=ts http://www.tecateatro.com.br/
Contato: 991299237 e 991296065 lu.comin@yahoo.com.br

Minicurso de vídeo para crianças e adolescentes – Alex Souzan

Quando: 19, 21, 26 e 28 janeiro 2016 - 14h às 16h
Onde: Teatro Molière Aliança Francesa (Ladeira da Barra)
https://www.facebook.com/teatromolieresalvador/?fref=ts https://www.youtube.com/user/alexsouzandiretor
Contatos: 991299237 e 991296065 alexsouzandiretor@gmail.com

Sapateado para crianças e adultos – Rachel Cavalcanti 

Quando: 19, 21, 26 e 28 janeiro 2016 - 9h às 10h / 11h às 12h
Onde: Teatro Molière Aliança Francesa (Ladeira da Barra)
https://www.facebook.com/casadosapateado/
Contatos:  99644 0331 casadosapateado@gmail.com


MÚSICA

Dia 29 (sexta) acontecem dois encontros musicais no Teatro Molière, às 21h. Paulinho Oliveira e a banda Lo Han. Haverá um pequeno intervalo entre as duas apresentações, quando o público poderá prestigiar o Café Terasse.

A coragem que Perturba com Paulinho Oliveira (dia 29)

Fã de rock desde muito jovem, quando começou a tocar com 11 anos, Paulinho Oliveira se dedica ao trabalho que envolve composição autoral, cuidado técnico como instrumentista e performance ao vivo, como três pilares da sua carreira marcante. Com única apresentação ele traz A coragem que perturba dia 29 para o Teatro Molière.

Oliveira foi um dos articuladores da cena rocker de Salvador, tocando nas bandas Stone Bull, descendente direto do circuito estudantil com Mauricio Braga, Luis Fernando Neto, L.F., e Fernando Cueg e da banda Dr. Cascadura, no período dos dois primeiros discos, hoje conhecido do público como “das antigas”, com composições e tocando diversos instrumentos.

A partir dos anos 2000, pela primeira vez, assume um projeto solo e grava seu primeiro disco em 2006, tocando em espaços como ACBEU, SESI, IRDEB e Café-teatro Sitorne - espaço que dirigiu por oito anos e onde aprimorou a encenação de suas apresentações. Nas temporadas entre 2008 e 2010, foi indicado duas vezes e premiado em 2010 com Troféu Bahia de Todos os Rocks, como melhor show do ano.

“Minha expectativa para o Teatro Molière é fortalecer o hábito do público a assistir shows de rock em teatros, o que não é uma novidade. Desde os Beatles, a Jimi Hendrix, Pink Floyd, Led Zeppelin todos sempre fizeram espetáculos em teatro. No Brasil temos Mutantes, Raul Seixas etc. O Camisa de Vênus, teve um show no Teatro Vila Velha histórico, em 1982. O show em teatros é um passo adiante nos shows em bares, mais sofisticado, com maior possibilidade de expressão artística” – convida o músico, que se apresenta sexta, dia 29, a partir das 21h, quando o público poderá prestigiar também a banda Lo Han..

Sex, Drugs And Music - Lo Han (dia 29)
Tendo como principal influência o Hard Rock, a banda Lo Han já é uma das referências do gênero na Bahia. O grupo está na ativa desde 2005 e já é conhecido da cena roqueira baiana pelas suas energéticas performances, com repertório que contempla sucessos do Classic Rock e músicas autorais. 

Agora, a banda lança seu clipe e show Sex, Drugs and Music, no dia 29 de janeiro, às 21h, no Teatro Molière – Aliança Francesa. Em 2015, após um valioso processo de amadurecimento, a banda lançou seu álbum de estreia, que tem sua produção assinada pelo lendário bluesman baiano, Álvaro Assmar. O primeiro videoclipe da música Dance With The Devil, também foi disponibilizado no canal oficial da banda no youtube.

Em 2016 o grupo já inicia os trabalhos lançando mais um video. Filmado, produzido e aditado por Helton Rosa, Sex, Drugs And Music foi registrado no Dubliners Irish Pub, conhecida casa de shows dos amantes do Rock em Salvador. O clipe retrata de forma descontraída a situação dos “Rockers” na atualidade, onde o interesse sexual do publico feminino não está mais direcionado para os cabeludos cervejeiros com camisas de banda e sim para um outro alvo.  




Serviço
Paulinho Oliveira + Lo Han no Teatro Molière
Quando: 29/01/2016 (sexta) 
Onde: Teatro Molière Aliança Francesa (Ladeira da Barra)
Quanto:R$ 40,00 R$ 20,00 (meia + lista amiga )
Horario:  21h

https://www.facebook.com/paulinholiveira
www.lohanband.com  www.facebook.com/lohanband www.youtube.com/lohanband
Classificação: Livre
Contatos: (71) 88817228 (Teresa- Paulo)/  (71) 99957-2843 / (71) 98880-4875 / (71) 98719-9984 (Produção Lo Han)






EXPOSIÇÃO

Instantes de Cenas Expostas de Alessandra Nohvais

A fotógrafa e artista plástica graduada pela Escola de Belas Artes -UFBA, Alessandra Nohvais, abre o novo cliclo de ocupação da Galeria Aliança Francesa, com a exposição Instantes de Cenas Expostas.  A escolha das fotos foi baseada na sua expressão artística. A cena deslocada do palco, no instante da foto, recebe qualidade de arte. O enquadramento, a luz, a forma, tudo é percebido e registrado, não importando onde aconteça o espetáculo. 

“Esta exposição conta um pouco da história contemporânea do Teatro Baiano, não só como registro, mas revelando meu olhar artístico em relação à cena recortada.”  - explica Alessandra, que começou sua carreira profissional como  maquiadora do espetáculo “Coro de Palhaços”, do Grupo Devir, aos 19 anos.

Em teatro, desde então, exerce atividades na área cenográfica e inicia suas experiências fotográficas em 2007, voltando-se para o Teatro e Música, além de integrar o projeto RETRATE -Requalificação dos Trabalhadores em Teatro no interior da Bahia, como capacitadora da oficina de Estética do Espetáculo.



Serviço
Instantes de Cenas Expostas – exposição Alessandra Nohvais
Quando: segunda a domingo -  a partir das 9h
Onde: Galeria da Aliança Francesa (Ladeira da Barra)
Quanto: Gratuito

https://www.facebook.com/teatromolieresalvador/?fref=ts
Contato: 99259 8190 (Alessandra)








APARENTEMENTE MORTO: HOMEM CONGELADO É "RESSUSCITADO" POR EQUIPE MÉDICA








Para todos os efeitos, Justin Smith tinha morrido congelado. Mas ele conseguiu escapar para contar a história.


Justin Smith, um norte-americano de 26 anos, estava voltando a pé para casa depois de beber com os amigos, em Tresckow, no Estado americano da Pensilvânia. Nevava, e a temperatura chegou aos -4ºC. Em algum momento, Smith acredita ter caído e batido a cabeça. E assim ficou, no frio congelante, até o seu pai o encontrar quase 12 hora depois. "Ele estava azul. Seu rosto - ele estava sem vida. Eu verifiquei o pulso. Eu verifiquei os batimentos cardíacos. Não tinha nada.", relatao pai, Don Smith. Os paramédicos também não encontraram sinal de vida - um médico legista foi chamado e a polícia contatada para começar a investigar a morte do rapaz.

Essa poderia ser mais uma história trágica, como a da mulher que também foi encontrada congelada depois de sair de uma festa. Mas, felizmente, o caso de Justin foi uma das vezes em que a medicina mostrou que é capaz de realizar feitos incríveis. Ao chegar no hospital, o médico de plantão, Gerald Coleman, ordenou que fossem tomadas medidas de ressuscitação cardiopulmonar em uma pessoa sem pulso, sem pressão sanguínea e que, aparentemente, não respirava.

Por duas horas, a equipe médica realizou compressões cardíacas e soprou ar na boca de Justin, até que ele tivesse condições de ser transportado para outro hospital. Lá, o sangue dele era retirado do corpo, aquecido, e depois devolvido. Um pouco depois, seu coração começou a bater sozinho. Depois de tanto tempo sem oxigenação cerebral, ninguém sabia quais seriam as sequelas. Quando ele acordou do coma, duas semanas após o ocorrido, ele estava perfeito - fraco e sem os dedos dos pés e os dedinhos da mão-, mas com o cérebro intacto. Para quem poderia ter ficado em estado vegetativo para sempre, parece um bom negócio.

Os médicos realizaram um ótimo trabalho ao insistirem na ressuscitação de Justin: mas o próprio organismo do estudante também merece crédito. O nosso metabolismo diminui entre 5% e 7% a cada grau de temperatura que o corpo perde: quanto mais frio, mais lento o metabolismo. Isso faz com que as células precisem de uma quantidade bem menor de  oxigênio, o que protege o corpo contra os outros efeitos da exposição ao frio. O cirurgião James Wu, que atendeu Justin no hospital para o qual foi transferido, diz: "Quando você tem uma temperatura muito baixa, isso pode preservar o cérebro e outras funções dos órgãos".


TEM TALENTO PARA PROJETAR COISAS? A NASA QUER MANDAR SUA INVENÇÃO PARA O ESPAÇO



















Agência espacial americana pede ajuda para projetar braço robótico


POR Marcos Candido
Chegou a hora de tentar melhorar o seu currículo. A Nasa (agência espacial norte-americana) abriu um concurso para financiar projetos que consigam elaborar um braço robótico para o Astrobee - um robô programado para atuar na Estação Espacial Internacional a partir de 2017. As inscrições estão abertas no Freelancer.com e já contam mais de 1.500 inscritos (inclusive brasileiros), mas apenas 30 pessoas ficarão entre os finalistas.

A partir do braço, o Astrobee será capaz de agarrar em superfícies enquanto flutua e a interagir com pequenos objetos da estação. O modelo do futuro robô já está sendo pensado pela Nasa, mas a agência quer conhecer novas ideias antes de tirar um protótipo do papel.
Para participar, é necessário se cadastrar no Freelancer.com e apresentar o histórico acadêmico. Caso o currículo seja aprovado, o selecionado deve enviar uma imagem e um texto descritivo do projeto. Como estímulo, a Nasa promete pagar 10 dólares para qualquer pessoa aprovada na primeira seleção, e mais 100 dólares para quem passar para a próxima etapa de análise.

Por enquanto, a agência americana não revela quanto o criador campeão vai receber em dinheiro. Ao menos no último concurso aberto pela agência em 2015, o prêmio para quem desenvolvesse um aplicativo para smartwatchs de astronautas ficou em 1.500 dólares.



CIENTISTAS ESTUDAM CHANCE DE CULTIVAR BATATAS EM MARTE





María Clara Montoya, daEFE


Lima, - Cientistas do Centro Internacional da Batata (CIP, na sigla em espanhol) noPeru lideram um projeto, ainda em testes, que explora a possibilidade de cultivar o tubérculo em Marte.

Cinco cientistas do CIP trabalham na iniciativa há um mês, graças à proposta do pesquisador Julio Valdivia, que está realizando estudos para Nasa (agência especial americana) e descobriu que o solo de um local em Arequipa, no sul do país, é muito similar ao de Marte.

O biólogo David Ramírez, um dos integrantes do projeto, disse à Agência Efe que terreno similar ao marciano fica no deserto do distrito de La Joya, a 50 quilômetros de Arequipa. Assim como Marte, a região tem solo pobre, seco e com alta concentração de sal.

Publicidade
Além das semelhanças, o projeto ganha força porque o Peru é o primeiro produtor de batata da América Latina com 4,7 milhões de toneladas anuais. O tubérculo também o mais representativo da agricultura peruana.

O Peru tem mais de quatro mil variedades nativas catalogadas. O CIP abriga em suas instalações o complexo da biodiversidade, que armazena 4.500 variedades de batata e sete mil de batata-doce, constituindo assim a maior coleção do tipo no mundo.

O principal virologista do CIP, Jan Kreuze, explicou que já foram identificados genótipos para serem testados, "variações melhoradas" da batata. O primeiro passo será plantar essas sementes em ambientes controlados para acompanhar seu crescimento. Os pesquisadores procuram variedades que sejam "tolerantes a ondas de calor, frio e seca".

O projeto é financiado por uma pessoa que quer se manter no anonimato, mas a Nasa está fornecendo apoio logístico à CIP, auxiliando no design de estufas que simulam as condições de Marte.

"Há duas abordagens, trazer amostras de solo do deserto ao CIP e também cultivar batata lá e ver como ela se comporta", declarou Kreuze, que acredita que irá encontrar uma variedade que seja cultivável em Marte.

Desde o início do contato dos europeus com os incas no século XVI, a batata peruana chegou à Espanha. Seu consumo se estendeu na Europa e ajudou a controlar crises de fome na região.

Os pesquisadores do projeto querem "aprender porque isso pode nos servir para cultivar também em locais extremos da Terra", explicou o principal virologista do CIP.

A batata se adapta aos locais onde a água é escassa e a mão-de-obra é abundante, proporcionando um valor nutritivo, mais rápido, em menor espaço e em condições mais difíceis. Ela é também o quarto alimento básico do mundo, depois do milho, trigo e arroz, de acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

No filme "Perdido em Marte", de Ridley Scott, o protagonista, Matt Damon, consegue cultivar batatas em Marte. Graças a desafio do CIP, pode ser que essa cena saia da ficção e vire realidade. 

SLLEYK DA BAHIA NA PISTA DA "071 MUSIC BAR"





O dançarino Slleyk da Bahia esteve na Boate 071 Music Bar no último 13 para a entrega do "Prêmio à Qualidade da Arte e Cultura da Bahia" pela trajetória de 30 anos de Axé Music a Banda Papa Léguas, indicação do Movimento Café com Poemas.

O Blog da Gaivota foi convidado para o show da Banda Papa Léguas  e registro da entrega do Prêmio. Aproveitamos para registrar o dançarino Slleyk na pista da 071 Music Bar.

Slleyk da Bahia é produtor cultural, professor de dança internacionalmente conhecido com uma carreira de quase 20 anos, e desde 2004 coreógrafo da Banda Olodum. Mora há dois anos em Los Angeles, mas como bom baiano que é, compartilha a sua genuína alegria e a cultura afro-brasileira por onde passa.

A outorga foi pela "Ordem Federativa de Honrarias ao Mérito" e "Agilite Publicações e Interatividade". O certificado e a medalha foram entregues ao cantor Pípolo pelo coreógrafo ‘Slleyk da Bahia’ e pela educadora ‘Celeste Farias’, ambos membros do Movimento Café com Poemas, que tem como presidente e fundador, o jornalista Leandro Flores.




Fizemos a cobertura fotográfica desse momento.

Conferir aqui:









Veja nesta postagem o registro de alguns momentos do dançarino Slleyk na pista do 071 

















VÍRUS É COISA DO PASSADO, VEJA AS PRAGAS VIRTUAIS MAIS COMUNS ATUALMENTE



Maria Beatriz Vaccari



Vírus, pragas ou malwares. Independentemente do nome como são chamadas, o fato é que quando se instalam em uma máquina, alguém vai sair prejudicado. 

É preciso entender o que é um malware (malicius software). O nome é usado para qualquer tipo de praga que tenha potencial para infectar dispositivos informáticos. "Dentro de malware existem várias classificações, de acordo com o comportamento da praga. Vírus é o termo mais popular, mas na verdade ele é uma categoria de malware. Existem ainda os trojans, backdoors e rootkits", explica Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky Lab no Brasil.

O especialista ressalta que, atualmente, os trojans são os malwares mais comuns. Nomeados com base no episódio do cavalo de troia, a contaminação engana as vítimas e faz com que elas instalem o trojam sem perceber.

"Dentro do termo trojan, existem várias classificações. Os mais comuns no Brasil são os trojans bancários, que roubam credenciais de contas e números de cartões de crédito de pessoas que acessam o internet banking", afirma Assolini. O trojan-spy também é bem popular por aqui. Ele espiona o dispositivo infectado para roubar senhas de redes sociais, e-mails e outras tipos de contas. 

Além dos trojans, os usuários podem ser pegos por outros tipos de praga, que possuem objetivos distintos. Os vírus, por exemplo, costumam destruir arquivos e prejudicam o desempenho do sistema operacional. O ransomware sequestra dados e pede dinheiro no resgate.

Os rootkits se instalam profundamente no sistema, visando dificultar sua remoção. Os backdoors permitem que o criminoso acesse o dispositivo comprometido remotamente. Já os adware e spyware espiam a navegação da vítima, exibindo propaganda excessiva.

Como evitá-los

Para Assolini, o tipo mais garantido de proteção é o uso de um programa antivírus. O usuário também pode adotar algumas posturas e cuidados que ajudam a ficar longe dos malwares. É recomendável que o sistema operacional da máquina esteja sempre atualizado. Também é importante atualizar o navegador e seus plugins (por exemplo, Flash, Java e PDF reader).

Os usuários de computadores da Apple também devem abrir os olhos. "A história de que Mac não pega virus é um mito que a Apple tem apregoado por um tempo. Usuários de Mac devem usar antivirus, pois existem tantas pragas que podem infectá-lo com acontece com o Windows", explica o analista. Ele afirma que em 2012, cerca de 700 mil Macs foram contaminados no mundo com a praga FlashBack, deles, 2.500 só no Brasil. O malware explorou uma falha do Java, que estava vulnerável e não foi atualizado pela Apple.



E A NOITE OS RECEBERAM NA PISTA DA "071 MUSIC BAR"




A pista da "071 MUSIC BAR" ficou por conta de uma galera jovem e muito divertida. Dentre a rostos estranhos, amigos presentes. Aproveitamos para matar a saudade dos amigos Celeste, Nivea Hellen e Slleyk da Bahia e não perder a oportunidade de fotografa-los em cena juntos a Lena Filha ( colaboradora do www.blogdagaivota.com) .

O Blog da Gaivota foi convidado para o show da Banda Papa Léguas e convidados" na "071 Music Bar", em Salvador onde aconteceu a entrega do Prêmio "Prêmio à Qualidade da Arte e Cultura da Bahia" pela trajetória de 30 anos de Axé Music, indicado pelo Movimento Café com Poemas.

A outorga foi pela "Ordem Federativa de Honrarias ao Mérito" e "Agilite Publicações e Interatividade". O certificado e a medalha foram entregues pelo coreógrafo ‘Slleyk da Bahia’ e pela educadora ‘Celeste Farias’, ambos membros do Movimento Café com Poemas, que tem como presidente e fundador, o jornalista Leandro Flores.
Fizemos a cobertura fotográfica desse momento. 

Conferir aqui: