CELEBRAÇÃO - 202 ANOS DO LEVANTE DO JOANES






A celebração dos 202 ANOS DO LEVANTE DO JOANES, ocorrido em 28 de Fevereiro de 1814, marca o mais relevante episódio de insurgência e resistência do povo negro na história local, sendo um momento oportuno para reverência e conservação da memória e matriz africana no território de Lauro de Freitas.

Nesta edição, o LEVANTE DO JOANES traz uma homenagem às heroínas negras da memória malê, Francisca, Felicidade, Germana e Ludovina.

Na oportunidade, a Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas realiza o lançamento da Rede de Integração Municipal de Afirmação e Reparação - RIMAR UBUNTU, uma proposição inovadora de gestão integrada entre os segmentos de Ações Estratégicas, Promoção da Igualdade Racial, Meio Ambiente, Cultura e Assistência Social.

A RIMAR faz parte de uma estratégia de iniciativa do município de Lauro de Freitas pela salvaguarda ambiental das águas que resguardam a celebração da memória dos povos tradicionais indígenas e africanos, associando as agendas de PIR e ambientalismo pela preservação de territórios de identidade, com ênfase no fomento ao etnodesenvolvimento e empreendedorismo em rede.

Este é o primeiro passo tangível na reunião dos municipios implicados na salvaguarda das pertenças hidricas do Ipitanga, Joanes, Subaé, Paraguassu e Abaeté - Lauro de Freitas, Simões Filho, São Francisco do Conde, Camaçari, Santo Amaro, Cachoeira, São Felix e Salvador.

Os 202 ANOS DO LEVANTE DO JOANES compõe as ações do CUIDANDO DA MEMÓRIA (lançado em 21 de Julho, por ocasião do ato de reverência à ancestralidade ipitanguense), e está em consonância com a celebração dos Rios Ipitanga e Joanes como elementos da identidade municipal.

SERVIÇO: 
202 anos do Levante do Joanes 
Sexta, 26.02  
9h 
Centro de Referência da Cultura Afro Brasileira 
 Portão - Lauro de Freitas

Comentários