MINHA AVÓ ERA PALHAÇO! - O FILME





Racismo, machismo e a longa luta de um palhaço pelo papel principal no espetáculo circense são os assuntos discutidos no documentário “Minha avó era palhaço!”. O filme narra a desconhecida trajetória do palhaço Xamego, personagem criada pela negra atriz Maria Eliza Alves dos Reis, nas décadas de 1940 a 60, e a sua longa história no Guarany, circo de família tradicional – inaugurado no início do século XX.

O palhaço entrava no picadeiro ao som da sanfona de Luiz Gonzaga, de cujo baião herdou o nome de seu personagem.

O filme foi realizado pela família do Xamego, os Alves dos Reis Gabriel, sob o comando das cineastas Ana Minehira e Mariana Gabriel. Mariana é a neta da grande atriz Maria Eliza e recebeu o Prêmio Funarte Caixa Carequinha de 2014, pelo projeto de pesquisa intitulado “Xamego, a primeira palhaça negra do Brasil”

Com 52 minutos de emoção e ineditismo, o filme baseado na pesquisa é o resultado visual de entrevistas, encontros, leituras, consultas virtuais e a organização de fotos antigas com curiosos trajes circenses dos séculos XIX e XX. Sem contar interessantes registros super 8 da atriz caricata que animava festas da família até alguns anos antes de falecer, em 2007, aos 98 anos.

A pesquisa e as gravações duraram mais de um ano. E a equipe responsável envolveu-se cada vez mais pelo tema deste palhaço-mulher que de dia era a mãe que amamentava os filhos (teve nove) e à noite era o homem-Xamego, o palhaço que alegrava e seduzia com suas pilhérias, seus cachorros e gatos amestrados, e seus musicais hilários.

Os trabalhos percorreram as cidades de São Paulo, Ribeirão Preto, Sorocaba, Campinas, Santo André e Rio de Janeiro.

O documentário “Minha avó era palhaço!” está inscrito em festivais de cinema nacionais e internacionais.

Viva Xamego!




MINHA AVÓ ERA PALHAÇO


Sinopse 
O documentário “Minha avó era palhaço”  conta em 52 minutos a trajetória artística da primeira palhaça negra do Brasil, Maria Eliza Alves dos Reis: "o" palhaço Xamego. A grande atração do Circo Guarany no início da década de 40.


Ficha Técnica: 
Direção e Roteiro : Mariana Gabriel e Ana Minehira
Produção e pesquisa: Daise Gabriel, Roberto Salim Gabriel e Mariana Gabriel
Direção de Fotografia: Thyago Ribeiro, Rui Ogawa, Rafael Reis e Caio Mancini
Montagem: Paulo Henrique Motta e Guga Pacheco
Finalização: Guga Pacheco
Trilha Sonora: Geórgia Cynara




Comentários