GRANDE GÊNIO DA HUMANIDADE PREVÊ A EXTINÇÃO DA RAÇA HUMANA

                                                                                                                                                                     Stephen Hawking
O famoso astrofísico Stephen Hawking está no noticiário outra vez, e continua com sua franqueza cada vez mais pessimista. Ele fala diretamente sobre a possibilidade de os seres humanos se tornarem extintos.

Hawking deu recentemente uma entrevista para o site Think Big. Ele afirmou que o ser humano pode ter menos de dois séculos para descobrir como escapar da Terra e de se reinstalar noutro local literalmente fora deste mundo. Se os seres humanos não fizerem esforços significativos para sair da terra, pode considerar-se em risco de extinção. Hawking afirma que o futuro da existência humana está localizado no espaço exterior.

Em sua entrevista, Hawking apresenta dois tipos de catástrofes que estão além do controle humano. No primeiro tipo de catástrofe Hawking fala sobre aquelas provocadas por nossas próprias decisões relativas à destruição ambiental ou diferentes tipos de guerra química. No segundo cenário, Hawking relata os imprevistos perigos cósmicos (talvez muito parecido com o cenário pintado no filme "Armageddon"?) E outros tipos de fatores celestes fora do controle do homem sobre a Terra. Hawking afirma em sua entrevista "Vai ser difícil evitar um desastre nos próximos cem anos, muito menos nos seguintes e nossa única chance de sobrevivência em longo prazo não é ficarmos introspectivos no planeta Terra, mas nos espalhar-mos para o espaço."

Apesar da conotação negativa de suas mensagens, Hawking afirmou: "Mas eu sou um otimista. Se pudermos evitar o desastre para os próximos dois séculos, nossa espécie deverá estar segura para se espalhar pelo espaço".Há também a questão de explorar lugares viáveis onde os seres humanos podem viver.Nessa linha de pensamento,o grande problema imediato seria como chegar lá.A tecnologia ainda não evoluiu ao ponto de ter capacidade de viajar distâncias tão vastas. Sem mencionar que tem que localizar um local viável para vivermos ou realmente fixarmos em outro planeta.
 
Então haveria o dia da constituição de uma nova casa e poderíamos ressituar em novas condições ambientais. Quer queiram ou não isso irá ocorrer. A tecnologia ainda vai continuar progredindo, mas será que os seres humanos acabarão por tomar a decisão quanto ao local onde os recursos devem ser utilizados e que tipo de inovação será desenvolvida? O tempo é outro fator. No esquema das coisas, 200 anos não é muito tempo, porém olhe o quanto à sociedade evoluiu comparando-se com a Terra de duzentos anos atrás.
É viável para a tecnologia expandir além das imediações da Terra? Somente o tempo dirá. No entanto, mesmo que não possamos controlar os poderes cósmicos, podemos controlar o que fazemos aqui na Terra, eliminando, ou pelo menos reduzindo, um dos dois cenários sombrios de Hawking.

Stephen William Hawking, (nascido em Oxford, 8 de janeiro de 1942) é um físico teórico e cosmólogo britânico e um dos mais consagrados cientistas da atualidade. Doutor em cosmologia, foi professor lucasiano de matemática na Universidade de Cambridge (posto que foi ocupado por Isaac Newton). Depois de atingir a idade limite para o cargo, tornou-se professor lucasiano emérito daquela universidade.

Stephen Hawking tem uma distrofia neuromuscular, semelhante à esclerose amiotrófica lateral, cuja condição se agravou ao longo dos anos, e o deixou quase que completamente paralisado.





Comentários