LEITURA DRAMÁTICA E EXPOSIÇÃO “Ê.LA” NA FUNDIÇÃO PROGRESSO, QUINTA, 20/08, ÀS 19H




Evento aborda o tema da construção das identidades de gênero a partir de personagens artísticos e históricos, em pesquisa que une Teatro à Moda

Os atores Jussilene Santana e Ciro Sales participam na próxima quinta, 20/08, às 19h, na Fundição Progresso, da leitura dramática Ê.la, texto que traz apanhado de personagens artísticos e históricos que encarnaram, a partir de suas vivências, os temas do travestismo e da transexualidade. O evento conta com o apoio da Arcos Digital Filmes.

O travestismo é um tema recorrente na história do Teatro, da Literatura e das Artes Visuais. Não são poucos os personagens de textos clássicos que ilustram essa temática. Travestismo, por outro lado, é um assunto que cada vez mais tem ganhado notoriedade na cultura urbana e nas abordagens midiáticas. A barreira entre aquilo que define vestuário de homem e de mulher é cada vez mais tênue e as ditas “tendências” se misturam. Esse é um fenômeno social e cultural, pertencente à história, estendendo-se a várias culturas e civilizações.

A construção das identidades de gênero se dá através das roupas, de comportamentos, dos objetos e símbolos, porque gênero é muito mais que genitália. Desdobrando o Die Transvestiten (1925), de Magnus Hirschfeld, médico e sexólogo alemão, pioneiro nos direitos do homossexuais, a leitura reverbera sua tese de que os seres humanos “não podem ser taxativamente divididos em homens e mulheres, mas que possuem elementos femininos e masculinos em combinações variadas”. E a Arte, a Moda e a História ampliam e muito a referência dessas convenções e combinações possíveis.

A leitura dramática traz personagens de textos clássicos do teatro, cinema e literatura nos quais essas questões aparecem. São eles: Orlando,Albert Nobbs, Joana D'Arc, Maria Quitéria, Diadorim e M. Butterfly.  Não poucos autores lidaram com personagens que se travestiram pelos mais diferentes motivos: como Calderon de La Barca, Shakespeare e Tirso de Molina. já travestis são os personagens centrais de obras como Cloud Nine, de Caryl Churchill; Privates on Parade, de Peter Nichols; A Patriot For Me, de John Osborne.

Quanto à exposição fotográfica que acompanha, apresenta cerca de 100 imagens também produzidas pelo Grupo de Pesquisa Design, Cultura e Comunicação, da Escola de Design, da Universidade Veiga de Almeida, coordenado pela atriz e pesquisadora Jussilene Santana.As fotos são de Natália Salvador, a pesquisa do texto e produção de Murilo Souza, a montagem da exposição de Eduardo Rowlands e as projeções de Raphael Elias e Waldeilson Ferreira.


SERVIÇO:
O QUÊ: Leitura Dramática e Exposição Fotográfica: Ê.la
ONDE: Sala da Arcos Digital Filmes, Fundição Progresso.
QUANDO: Quinta, 20 de agosto, às 19h.
PREÇO: Gratuito



Comentários