PAI COM DOENÇA TERMINAL LEVA FILHA AO ALTAR DEITADO EM UMA MACA



Os convidados gritaram e aplaudiram quando Scott Nagy participou de casamento da filha Sarah sábado na Primeira Igreja Evangélica Luterana na Strongsville, em Ohio.

“Foi uma promessa que fiz em março, para acompanhá-la até o altar”, disse o homem de 56 anos de idade.
“Ela é a minha princesa. Esta é a minha definição de caminhar até o altar.”

Nagy foi diagnosticado em 2012 com câncer na uretra, e desde então tem feito quimioterapia. E como já está em um estágio terminal da doença, os médicos disseram que talvez ele não conseguisse participar do casamento da filha, inicialmente marcado para 2014, mas, com a ajuda de fios de monitoramento escondidos sob seu smoking e um com uma traqueostomia, ele conseguiu fazer o trajeto até o altar, beijar seu neto que levava a aliança e manter a simpatia que lhe é inerente.

Scott participou de semanas intensivas de tratamento para conseguir estar no altar, com a ajuda de uma enfermeira que o ajudou a organizar a logística de entrar de maca ao casamento. “Não havia hipótese dele não participar, ele queria terminar isso” disse sua esposa Jean.

“Conseguimos!” falou Nagy, pedindo à filha que não borrasse sua maquiagem.












Comentários