SOMOS A ÚNICA ESPÉCIE A COMETER SUICÍDIO?

Pode ser difícil diferenciar um suicídio de um acidente

A cada semana a revista BBC Focusresponde a algumas dúvidas dos leitores. Abaixo, uma seleção das principais desta semana.

Humanos são a única espécie que comete suicídio?

Se definirmos o suicídio como fazer algo deliberadamente para acabar com a vida, então há vários exemplos.

As abelhas nos picam apesar de morrerem logo depois. Algumas espécies de pulgões se cobrem de um fluido açucarado, o que faz com que ele grude em seu predador, a larva da joaninha, mesmo que isto resulte na morte dos dois.

Mas estes são exemplos de sacrifícios altruístas, para proteger a colônia.

Para que seja um suicídio, o principal motivo do animal deveria ser simplesmente fugir do sofrimento, mais do que dar a vida nobremente por uma causa que supera o indivíduo.

Para nós, isto é quase impossível determinar.

Os ratos infectados com o parasita Toxoplasma gondiiperdem o medo dos predadores, os gatos.

O parasita evoluiu para causar este efeito, pois os gatos são seus principais hospedeiros. No final, o Toxoplasma gondiise beneficia ao acabar no intestino dos felinos.

Chamar o comportamento dos ratos de "suicida" é um exagero, pois o rato não está atuando completamente de acordo com sua vontade.

No entanto, um estudo de 2013 do Imperial College de Londres descobriu que pode haver uma ligação entre a infecção Toxoplasma gondii entre humanos e a esquizofrenia.

Se aceitamos que as pessoas que sofrem com problemas mentais podem cometer suicídio, porque não aceitamos suicídio entre ratos?
Quando se fala de suicídio, pode ser muito difícil diferenciar um ato ousado de um acidente, inclusive em humanos.

Contudo, se aceitamos que alguns animais podem sofrer depressão ou outras doenças mentais, seria razoável supor que isto poderia levar ao suicídio.




Comentários