AÇÃO POÉTICA NAS COMUNIDADES LEVA O ENCANTO DA POESIA A PIRAJÁ




3ª edição do projeto de intervenção artística contará com oficinas e apresentações gratuitas entre os dias 17 e 22 de novembro

Levando a poesia, em sua diversidade de estilos e abordagens, a comunidades populares, o Ação Poética nas Comunidades chega a Pirajá, bairro de Salvador, entre os dias 17 e 22 de novembro, com sede no Centro de Cultura e Cidadania de Pirajá. Iniciativa da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado (SecultBA), o projeto, em seus primeiros dias, irá promover oficinas artísticas gratuitas, culminando, na tarde da última data, numa grande intervenção artística e social aberta ao público. O evento transcorre no período em torno do Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, quando será integrado a uma passeata temática da comunidade local. As questões raciais e movimentos originariamente vinculados à identidade negra serão destaque na programação.

Irão participar da ação oito artistas/grupos que atuam nas áreas literárias, poéticas ou na interação delas com outras linguagens artísticas, selecionados dentre 54 propostas apresentadas através de edital público. Eles vão mostrar, através de seus trabalhos, possibilidades do uso da palavra em diversas expressões das artes, explorando a interdisciplinaridade da poesia e as suas inúmeras potencialidades. Assim, a palavra poética extrapola os espaços canônicos e invade o ambiente urbano, deixando-o mais colorido, mais leve e mais humano.

Conforme as vagas disponibilizadas, três artistas/coletivos vão promover oficinas, além de participar da intervenção final: o Coletivo Bliss Não Tem Bis e os artistas Lúcia Leiro e Marcos Paulo. Os cursos acontecerão nos dias 17, 18, 19 e 21 de novembro e as inscrições ficam abertas até o dia 13 do mesmo mês, no próprio Centro ou através do site da FUNCEB (www.fundacaocultural.ba.gov.br), sujeitas à lotação das vagas. No dia 20, os participantes serão convidados para a passeata promovida pelos moradores de Pirajá, com o objetivo de valorizar a luta contra o preconceito racial e promover a conscientização da população sobre a importância da cultura negra na formação sociocultural do povo brasileiro.

Por fim, na tarde do dia 22 de novembro, das 13 às 18 horas, alunos e professores irão se reunir para o evento de encerramento, que contará com a apresentação dos resultados das oficinas oferecidas e com intervenções artísticas realizadas pelos cinco outros artistas/coletivos selecionados: Coletivo João Ninguém, com o espetáculo SOMA – O Mito da Caverna; CR Moska e Julio Albuquerque, com Poemas de Ferro e Concreto; Jocevaldo Santiago e Tática Prática da Poesia, com o recital poético Somos Humanos(?); Fabrício Brito e convidados, com o Sarau Arte Marginal de Salvador; e o Grupo Concertos Artes Integradas – Cristina Leifer e Irã Ribeiro, com o recital Navio Negreiro: um Concerto para Poesia.

Criado em 2012 e com edições já realizadas no Solar do Unhão e em Alagados, o Ação Poética  busca contribuir para amenizar carências socioculturais, proporcionando um tempo e um espaço para reflexão, sob o encanto da palavra poética, em locais que apresentam tensão social, problemas de violência e escassez de bens culturais.

As oficinas – Em Autobiografia – Mulheres e identidade, com Lúcia Leiro, serão trabalhados trechos autobiográficos de diferentes mulheres, identificando aspectos como afetividade, identidade e memória. No final do curso, as participantes produzirão seus próprios textos autobiográficos. A oficina, com 20 vagas, terá carga horária de 20 horas e seu público-alvo são mulheres, jovens e adultas.

A oficina Encontros Bliss: Ruídos, Som & Fúria, com o Coletivo Bliss Não Tem Bis, irá apresentar aos participantes a poesia e o poema a partir de uma análise que extrapola o texto impresso, destacando a percepção de elementos sonoros e rítmicos que marcam a forma de se pensar o poema e a escrita poética nos dias atuais. São 25 vagas para pessoas interessadas em poesia e seus desdobramentos, com carga horária de 16 horas.

Já o projeto Porta-Voz das Coisas Belas, de Marcos Paulo, irá realizar oficinas de estímulo à arte de escrever e declamar poesia. A atividade será desenvolvida através de uma série de dinâmicas de grupo relacionadas às técnicas de teatro, expressão corporal e escrita. As aulas terão carga horária total de 16 horas, voltadas para jovens, com 25 vagas.

Ação Poética em Pirajá
Onde: Centro de Cultura e Cidadania de Pirajá
Oficinas: 17, 18, 19 e 21 de novembro
Passeata pelo Dia da Consciência Negra: 20 de novembro
Inscrições: até 13 de novembro, no Centro de Cultura e Cidadania Pirajá ou através do site da FUNCEB: www.fundacaocultural.ba.gov.br
Evento de encerramento: 22 de novembro (sábado), 13h às 18h
Quanto: Grátis
Informações: 71 3324-8507 / 71 3391-5553 / acao.poetica@funceb.ba.gov.br
Apoio: Conder/ Centro de Cultura e Cidadania de Pirajá/ DEC/ Sudecult
Realização: FUNCEB/ SecultBA
------------------------------------------------------
Assessoria de Comunicação
Fundação Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB
asc.funceb@gmail.com | (71) 3324-8565
Paula Berbert – paula.funceb@gmail.com | (71) 9127-7803

FUNCEB AGENDA CULTURAL BAHIA
www.funceb.ba.gov.br www.agendacultural.ba.gov.br
www.twitter.com/funceb www.twitter.com/agendacultbahia
www.facebook.com/fundacaoculturalbahia www.facebook.com/AgendaCulturalBahia





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe, opine, colabore, construa. Faça parte desse "universo".