CIENTISTAS REGISTRAM DEGELO ACELERADO NA ANTÁRTIDA





Estudo mostra que o derretimento aumentou consideravelmente de 2001 para 2012, chegando a dez vezes a média da região

Cientistas documentaram pela primeira vez a aceleração do derretimento do solo da Antártida, em uma região onde o gelo era considerado estável. Segundo os pesquisadores, os níveis de degelo são comparáveis aos do Ártico, onde o derretimento acelerado do permafrost (solo permanentemente congelado) se tornou um fenômeno regular.  

A análise do Vale Garwood, na região McMurdo Dry Valleys, na Antártida, mostrou que o derretimento acelerou consideravelmente de 2001 para 2012, chegando a dez vezes a média. A região de Dry Valleys contém um dos maiores trechos de gelo de solo do continente.

Saiba mais:


Comentários