COMPROVEI - EXCELENTE -ÚLTIMOS DIAS - PARADOX - PALÁCIO RIO BRANCO – GRATUITO


Cerca de 50 profissionais fazem o Paradox, com suspensão de corpos, instalações coreográficas e projeções de imagens

Pela segunda vez, o Palácio Rio Branco abre as portas para a dança contemporânea com acesso livre para a população. 

Dirigido pela veterana coreógrafa Leda Muhana, diretora da Escola de Dança da UFBA, o espetáculo ocorre sempre de quarta-feira a sábado, às 17h, com entrada gratuita.

Cerca de 50 profissionais apresentam um evento grandioso, que reúne cenas com suspensão de corpos, instalações coreográficas e projeções de imagens que dialogam com arquitetura do casarão histórico. 

A apresentação garante uma rica experiência sensorial. “A proposta coreográfica propõe explorar diálogos múltiplos e entrelaçados entre dança e arquitetura, tradição e contemporaneidade, indivíduo e coletividade, particular e público, estabilidade e instabilidade, entre o que é sólido e o que é efêmero, entre a pedra e a carne e entre a arte e a vida”, explica Leda Muhana. É um convite a um passeio na história, à apreciação da dança, a novas descobertas e à inclusão da arte na vida dos baianos.

Na primeira temporada, realizada em 2011, mais de 2,5 mil pessoas visitaram o palácio nos dez dias de evento. “É uma ofensiva artística.


Paradox
Quando - de 17 a 27 de julho, sempre de quarta-feira a sábado, às 17h
Onde - Palácio Rio Branco, na Praça Municipal (próximo ao Elevador Lacerda)

http://www.ibahia.com/detalhe/noticia/no-palacio-do-rio-branco-espetaculo-une-historia-danca-e-interatividade/?cHash=203c15af756c70a20b82c85ebc64587c

--------------------------------------------------


Ficamos  encantadas com a apresentação da dança contemporânea. São apresentações  que ocorrem em várias salas do Palácio. Atores se misturam com a plateia e surpreendem a todos. Nas duas apresentações que assistimos fomos  surpreendidas com os atores que dialogaram com a gente usando as expressões corporais. Em meio à plateia, eles surgem e as cenas continuam recomeçando em outras salas e janelas. Incrível. Registramos alguns desses momentos.  Vejam: 












































































Fotografia: Lena Filha/Lucymar Soares

Comentários