DO LIVRO NAS ASAS DA GAIVOTA PARA TALITA LOPES E JOEL BUECHE LOPES


Talita Lopes e Joel /Joel Bueche Lopes


SUA ESPOSA
Lucymar Soares

Foi naquela noite
Que nós dois descobrimos
Que éramos um único astro
Neste infinito sideral
Fizemos do canto do pardal
A melodia dos anjos
E no seu canto
O encanto
Fizemos do jardim
Perfume sublime
E no seu odor
O amor
Nos tornamos cúmplices
Numa aliança sem fim
Foi naquela noite
Que tudo se fez dia pra nós
Percebemos  com um sentido
Ao nos tocar
Que éramos mesmo um
Juntos
Buscamos as estrelas
Brincamos de conchinhas
Na brisa do mar
Fizemos as ondas bailarem
Foi naquela noite
Que declaramos
Cantares de Salomão
Você Mozart
Eu Sulamita
Terra de amor
Porque paixão não era tanta
Éramos dois corações
Esquecidos de ambos
Batendo num compasso de um
Foi naquela noite
Que você se fez mulher
Formosa
Apaixonada
Fez o nosso leito viçoso
Para que a minha alma
Buscasse o mel da tua boca
A satisfazer de amor
A mulher que
Você
Como gamo
Fez me sentir nos jardins
Do palácio de Taj Mahal
Formidável como um exército
De bandeiras
Aprazível como Jerusalém
Formosa como Tirzá
Como uma gazela orgulhosa
Você me fez sua esposa























Carlos Alberto Apolo Lopes/Françoise Michèle Bueche Apolo Lopes
Família da noiva: Jucilene Guedes Dias/Amauri Dias/Lídia Dias








Comentários

  1. Que homenagem linda! :) Muinto obrigada por este poema lindo tia Lu :) sentimo-nos muito honrados com este lindo poema, muito obrigada!!! Beijinhos!!

    Casal Lopes, Talita e Joel ;)

    ResponderExcluir
  2. Então Joel, não pedimos muito,mas pedido tudo: CUIDE BEM DA NOSSA PRINCESA...srsrsrs! Que o Deus do Amor continue cuidando de vocês!

    ResponderExcluir
  3. Há um sentimento de saudade dentro de mim imenso Talita...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Participe, opine, colabore, construa. Faça parte desse "universo".