CIENTISTA QUER EXPLORAR A "SEGUNDA LUA" DA TERRA





Conhecido como a "segunda lua" da Terra, o asteroide Cruithne está despertando a curiosidade dos pesquisadores, que agora querem explorar este corpo celeste localizado a 12,5 milhões de quilômetros da Terra e quem tem uma órbita muito similar a do nosso planeta.

O pesquisador italiano Pier Paolo Pergola propõe, pela primeira vez, investigar este asteroide, lançando um satélite para estabelecer duas nanoplataformas para estudar a sua composição. Cruithne tem dimensões pequenas, são cinco quilômetros de largura, que poderão representar grandes descobertas para os pesquisadores.

Eles acreditam que o asteroide não teve ter mudado suas características ao longo do tempo por causa do seu tamanho e isso ajudaria os pesquisadores a compreenderem como aconteceu a formação do Sistema Solar.
De acordo com Pergola, engenheiro espacial da Universidade de Pisa, o projeto "propõe um novo enfoque para as missões de pesquisa dos asteroides próximos da Terra, com base em satélites menores e flexíveis". A nave encarregada de chegar na "segunda lua" da Terra pesaria menos de 100 quilos e faria a sua viagem em 320 dias.

Segunda lua da Terra?

Alguns astrônomos defendem essa possibilidade desde que o astrônomo amador Bill Yeung descobriu um astro não-identificado próximo à Terra. Era o Cruithne, que completa uma volta em torno do planeta a cada 770 anos. Por isso, alguns pesquisadores defendem que este asteroide seria, sim, uma lua da Terra. Contudo, boa parte dos astrônomos considera Cruithne somente um asteroide que gira em torno da Terra por coincidência e não por influência do nosso planeta.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe, opine, colabore, construa. Faça parte desse "universo".