SOTERÓPOLIS RECEBEU O DICIONÁRIO DE ESCRITORES CONTEMPORÂNEOS DA BAHIA




A TVE, através do Programa Soterópolis, abriu suas câmaras e recebeu o jornalista Carlos Yeshua, idealizador do projeto: Dicionário de escritores Contemporâneos da Bahia. A entrevista aconteceu na Biblioteca Pública do Estado da Bahia,  no dia 23 de julho de 2015.

A entrevista contou com as presenças dos escritores Moina Bartilotti e Valdeck Almeida de Jesus que juntos nos representaram registrando a importância para todos os escritores que faz parte do Dicionário e demais que, certamente, estarão entre nós em uma nova oportunidade  e para a Bahia . 

Esse projeto compreende uma tarefa de grande importância para a Bahia e deve chamar a atenção dos setores da cultura para um apoio que faça desse projeto um documento de importância a nível governamental, uma vez que, reúnem em um livro os nossos escritores baianos, atuais que merecem tal reconhecimento.  

O que seria de uma nação sem memória? É preciso um olhar para o que temos em nossa terra que faz dela  essa  beleza que se transforma a cada dia. 

O dicionário teve o seu Lançamento no dia 12 de julho (dia dos namorados) e teve casa cheia.  Centenas de escritores e amantes das letras separaram uma parte da noite festiva para prestigiar a festa da literatura baiana. E a sala Kátia Mattoso, da Biblioteca Pública do Estado da Bahia recebeu um número significativo de pessoas que mesmo sendo um dia de comemoração ao dia dos namorados, os amantes das letras se fizeram presente, ocupando todas as cadeiras e lotando o ambiente que disputavam um espaço nos corredores para não perderem a emoção da festa. 

Organizador - Carlos Souza Yeshua é jornalista, profissional de marketing e professor. Presta serviço de assessoria de imprensa e marketing pessoal para escritores, instituições culturais e artistas em geral. Autor dos livros: João Alfredo Domingues - Pau pra toda obra: e Revolução Pessoal – Seu Próximo Desafio. É organizador dos livros: Carta ao Presidente – Brasileiros em busca da cidadania (2012) e Carta ao Presidente – O que deseja o brasileiro no séc. XXI (2010). É associado da União Brasileira de Escritores – UBE e da União Baiana de Escritores - UBESC. 



VEJA MATÉRIA COMPLETA  AQUI:


VEJA O LANÇAMENTO DO DICONÁRIO DE ESCRITORES BAIANO AQUI:



 “Este dicionário visa também ser um livro de referência e um instrumento de pesquisa para leitores, estudantes, historiadores, jornalistas, bibliotecários, além de instituições culturais, universidades, veículos de imprensa e outros segmentos interessados em literatura, especialmente a da Bahia”, disse Yeshua. 


 “Eu agora vou estar na história, não vou ser esquecido. Uma obra que vai estar nas mãos de pesquisadores, bibliotecas, arquivos, Universidades, estudiosos da arte, da palavra. E para mim, é fundamental que, a história do  escritor, no caso do escritor baiano,  esteja registrado em um livro, um dicionário que pode virar história”, disse Valdeck Almeida de Jesus.

“As pessoas não costumam abrir espaço para os escritores da terra.  Eles abrem para os escritores famosos, mas para a gente que está começando, ninguém abre. Então foi muito importante. Eu   mesmo tenho esse trabalho  ode escrever filosofia para crianças , é um trabalho único aqui,  e que  eu desdobro com muito carinho , mas que é muito difícil , mas que é uma cosia encantadora, então vale a pena as pessoas ir conhecendo", disse Moina Bartilotti

Comentários