5 SOGRAS QUE NINGUÉM QUER TER. VEJA O QUE ELAS FIZERAM E NÃO RECLAME DA SUA


Fonte da imagem: Reprodução/Oddee

Se você acha que sua sogrinha anda chata demais, talvez esteja na hora de conhecer sogras ruins de verdade e ficar feliz com a sua


1 - A sogrona que acompanhou os pombinhos na lua de mel

A pessoa casa com o amor da sua vida, aproveita a festança, curte a noite de núpcias e viaja para aproveitar a tão sonhada lua de mel. É óbvio que tudo o que ela não quer na vida é a presença da sogra, por melhor que seja a relação com ela.
Marianna é uma italiana que teve seu momento romântico com o recém-marido completamente arruinado pela presença da sogra, que resolveu viajar junto com os pombinhos. Os dois estavam no aeroporto de Roma quando a mãe do noivo chegou dizendo que viajaria ao lado deles.
A noiva pediu ao marido que ele aconselhasse a mãe a ir embora, mas ele se negou, alegando estar preocupado com a saúde dela. Os três passaram algumas semanas na França, mas, logo depois de voltar à Itália, Marianna pediu o divórcio. Segundo ela, o noivo e a mãe têm “excesso de ligação emocional”. Freud adoraria esse caso!

2 -A sogra que contratou um atirador para matar a nora

Fonte da imagem: Reprodução/Oddee
Aos 70 anos, já avó, Diana Reaves Costarakis resolveu acabar de vez com a vida da nora. Ela não queria sujar as mãos e então decidiu contratar uma pessoa para atirar na mulher de seu filho. O que ela não sabia era que estava negociando com um agente secreto. O homem contou depois que Angela pagaria US$ 5 mil pelo crime, sendo que seria US$ 1,5 mil em dinheiro e o restante o homem poderia conseguir retirando as joias do corpo da nora, depois de morta.

De acordo com a polícia da Califórnia, a mulher explicou que a esposa do filho era alcoólatra e planejava abandonar a casa, o marido e levar as crianças para o Colorado.

A nora, Angela Costarakis, defendeu-se dizendo que nunca planejou sair de casa e que não fazia ideia de que sua sogra estava planejando matá-la. Ela disse inclusive que, três semanas antes do ocorrido, a sogra havia a abraçado e dito algo como “Sou tão feliz por sermos amigas”. Imagina se fossem inimigas!

Veja aqui os 3 restantes casos: