CABRAS NAS ALTURAS! ANIMAIS SE ARRISCAM EM PENHASCOS DE TIRAR O FÔLEGO


Fonte da imagem: Reprodução/Bored Panda

Confira as imagens impressionantes de como essas espécies transitam tranquilamente nessas áreas

As cabras de montanha vivem em locais notavelmente íngremes e em penhascos durante a maior parte de suas vidas, gastando apenas cerca de um quarto do seu tempo em lugares mais planos ou campos.
Apesar de parecer impossível transitar nesses lugares, as cabras fazem isso tranquilamente e de forma impressionante para procurar suas gramíneas favoritas como alimento. Além disso, as encostas oferecem segurança contra predadores, como leões da montanha e ursos pardos.
Esses animais comem a vegetação que cresce em pequenos bolsões de terra que ficam recolhidos entre as rochas. Mesmo quando migram para áreas mais baixas durante o inverno, as cabras ficam em encostas íngremes acima da linha das árvores. Lá, ventos fortes espalham a neve das rochas, expondo a vegetação mais resistente para servir de alimento.
Adaptação
As adaptações especiais dessas espécies permitem que as cabras de montanha consigam andar nas paredes rochosas.
Elas têm patas dianteiras poderosas que as auxiliam a subir ou “frear” no momento certo, além de cascos que podem funcionam como ganchos ou pinças para agarrar as pedras com mais eficiência. Apesar de todas essas adaptações, a mortalidade entre cabras jovens é elevada e as que sobrevivem até a idade adulta tendem a viver por até 10 anos em média.
Abaixo você pode conferir as imagens incríveis desses bichos habilidosos em ação. Algumas das espécies vistas nas fotos são cabras da montanha dos Estados Unidos. Esta espécie é, tecnicamente, uma cabra-antílope. As outras vistas nas imagens são as cabras do tipo alpinas ibex e da espécie Chamoix. Confira abaixo


Fonte da imagem: Reprodução/Bored Panda


Fonte da imagem: Reprodução/Bored Panda

Fonte da imagem: Reprodução/Bored Pand

Fonte da imagem: Reprodução/Bored Panda

Fonte da imagem: Reprodução/Bored Panda