CASAMENTO DIMINUI RISCOS DE MORRER DE DOENÇAS CARDÍACAS




Pelo menos funciona assim com as mulheres.

Pesquisadores da Universidade Oxford analisaram os dados de 730 mil mulheres, com idade média de 60 anos. Ao longo de nove anos, 30 mil participantes desenvolveram alguma doença cardíaca – e 2 mil morreram. A maioria das mulheres que faleceram eram solteiras. Segundo o estudo, mulheres casadas correm um risco 28% menor de morrer por conta de um infarto, por exemplo.

Não que o amor seja remédio. É que as pessoas casadas costumam se cuidar mais. Se a mulher enrola para fazer algum exame ou iniciar um tratamento, o marido cobra, cuida, enche o saco até que ela se renda e vá ao médico. E elas fazem exatamente a mesma coisa. Aí fica todo mundo mais saudável.


Crédito da foto: flickr.com/mcgraths




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe, opine, colabore, construa. Faça parte desse "universo".