DEZ DOS VINTE ESTÁDIOS MAIS CAROS DO MUNDO ESTÃO NO BRASIL, APONTA CONSULTORIA




Considerando o valor total dividido pelo número de assentos, lista coloca Wembley, na Inglaterra, como o mais caro

Quando o torcedor se sentar em uma cadeira do Estádio Mané Garrincha para assistir uma partida da Copa do Mundo de 2014, vai se acomodar em um assento de mais de 20 mil reais. Segundo levantamento da consultoria KPMG, é esse o valor de cada cadeira do estádio construído na capital do país para o Mundial, já que o valor gasto na construção da nova arena foi de 1,4 bilhão e sua capacidade é de 71 mil lugares.

Por esse cálculo, dez dos vinte estádios mais caros do mundo ficam no Brasil. O recordista, no entanto, situa-se na Inglaterra, assim como o segundo colocado no ranking: o mítico Wembley, com capacidade para 90 mil pessoas, tem cada assento avaliado em 32.480 reais, ao passo que o Emirates Stadium, do Arsenal, tem cada cadeira no valor de 23.370 reais.

Dez dos 12 estádios que serão usados na Copa do Mundo figuram no Top-20 da lista. Além do Estádio Mané Garrincha, figuram no ranking: Maracanã (7º), Arena Amazônia (10º), Arena Corinthians (12º), Arena Pantanal (13º) Arena Pernambuco (14º) Fonte Nova (15º), Mineirão (16º), Castelão (19º) e Arena das Dunas (20º)

Outro levantamento, feito pelo Instituto Braudel, em colaboração com a ONG dinamarquesa Play the Game, mostrou que, em média, cada assento dos doze estádios brasileiros custou 13,5 mil reais, valor superior às arenas utlilizadas nas Copa do Mundo realizadas na África do Sul (12,1 mil reais), na Alemanha (7,9 mil reais) e no Japão (11,6 mil reais).

Confira o ranking da consultoria KPMG, com a capacidade dos estádios, o valor total investido na construção e o custo por assento:

1) Wembley (Londres/Inglaterra) - 90 mil - 2.923 milhões - 32.480 
2) Emirates (Londres/Inglaterra) - 60,3 mil - 1.410 milhões - 23.370
3) Mané Garrincha (Brasília/Brasil) - 71 mil - 1.439 milhões - 20.770
4) Grande Stade Lille (Lille/França) - 50,2 mil - 1.112 milhões - 20.700
5) Arena Donbass (Donetsk/Ucrânia) - 51,5 mil - 942 milhões - 18.270
6) Lumiéres (Lyon/França) - 60 mil - 1.025 milhões - 16.980
7) Maracanã (Rio de Janeiro/Brasil) - 76 mil - 1.198 milhões - 15.640
8) Allianz Arena (Munique/Alemanha) - 69,9 mil - 1.089 milhões - 15.570
9) St. Jakob Park (Basiléia/Suíça) - 38,5 mil - 554 milhões - 14.100
10) Arena Amazônia (Manaus/Brasil) - 43 mil - 609 milhões - 13.780
11) Estádio Municipal (Breslávia/Polônia) - 42,8 mil - 577 milhões - 13.460
12) Arena Corinthians (São Paulo/Brasil) - 68 mil - 859 milhões - 12.820
13) Arena Pantanal (Cuiabá/Brasil) - 43 mil - 522 milhões - 11.860
14) Arena Pernambuco (São Lourenço da Mata/Brasil) - 46 mil - 532 milhões - 11.540
15) Fonte Nova (Salvador/Brasil) - 55 mil - 593 milhões - 10.570
16) Mineirão (Belo Horizonte/Brasil) - 67 mil - 2.227 milhões - 10.250
17) Veltins Arena (Gelsenkirchen/Alemanha) - 41 mil - 615 milhões - 9.930
18) Arena Juventus (Turim/Itália) - 41,7 mil - 384 milhões - 9.290
19) Castelão (Fortaleza/Brasil) - 67 mil - 609 milhões - 8.970
20) Arena das Dunas (Natal/Brasil) - 45 mil - 359 milhões - 7.690


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe, opine, colabore, construa. Faça parte desse "universo".